Voltar à lista de questões sobre “Segurança”

Como evitar que o meu computador seja infetado com software malicioso?

Normalmente, o bom senso será a regra de segurança mais importante a seguir de modo a manter a integridade do seu computador e dos dados nele residentes. Para além disso, pode ainda:

 

1. Ajuste as definições de segurança do Internet Explorer (browser da Internet)

 

Pode ajustar as definições de segurança do browser da Internet para determinar a quantidade de informação que está disposto a aceitar de um site da Internet. Quanto mais elevado for o nível de segurança, menor é o risco. A desvantagem é que a utilização de níveis de segurança mais elevados poderá tornar difícil o acesso a certos sites. Por definição, o Internet Explorer opta por um ponto de equilíbrio. Quando instala pela primeira vez o Internet Explorer, este classifica todos os sites numa única zona (a Zona da Internet) e atribui a todos eles o nível médio de segurança. Quando está a utilizar este nível de segurança, o Internet Explorer deve pedir a confirmação de que pretende transferir um ficheiro, a não ser que tenha anteriormente indicado que o site ou a empresa são de confiança. Se alterar o nível de segurança para "baixo", os sites poderão transferir o software para o seu computador sem o avisar; por isso, tenha cuidado quando utilizar esta definição. Se, por alguma razão, tiver de reduzir o nível de segurança, volte a colocá-lo no nível médio ou elevado logo que  possível.

 

2. Não aceite transferências de estranhos

 

Instale software apenas a partir de sites em que confia. Antes de transferir o quer que seja a partir de um site, pense se estaria à vontade para negociar com esse site. Se a resposta for 'não', nesse caso não transfira o software. Se não tiver a certeza, faça alguma pesquisa, tal como perguntar a amigos e verificar outros recursos em que confia antes de aceitar o programa.

 

Leia as letras pequenas. Quando instalar qualquer programa, certifique-se de que lê as mensagens em todas as janelas antes de confirmar, clicando em botões como "Agree", "Concordo", "Aceito", ou simplesmente "OK." Deve igualmente ler com cuidado todos os acordos de licença ou declarações de privacidade associados ao software. Poderá descobrir comportamentos que considere inapropriados. Se a janela não deixar que clique em "Não" ou "Não aceito", feche a janela clicando no "X" no canto. Nunca clique em "Sim" ou "Aceito" só para avançar no processo de instalação.

 

Tenha cuidado com os populares programas "gratuitos" de partilha de música e vídeos. As estatísticas mostram que muitas pessoas recebem software malicioso no seu sistema a partir destes programas. Para utilizar a analogia da sua casa, quando instala os programas de partilha de ficheiros, está a deixar a porta da frente aberta. Além dos riscos óbvios de alguém o roubar, poderão igualmente deixar ficar coisas para trás à saída que talvez você não queira, nem para si nem para mais ninguém.

 

3. Procure sinais de software malicioso no computador

 

O software malicioso destina-se a ser executado sem o seu conhecimento, mas existem algumas formas de apurar se o seu sistema se encontra infetado ou comprometido.

 

Quando inicia o browser da Internet, este abre uma página que nunca tinha visto? Quando seleciona qualquer função de pesquisa, é levado para uma página que não reconhece? Possivelmente, software malicioso alterou as definições do seu browser (navegador da internet) sem o seu conhecimento ou permissão.

 

Verifica um aumento súbito do número de anúncios nas páginas que costuma visitar? O software malicioso pode por vezes bombardeá-lo com anúncios, independentemente da página que visita. Estes anúncios publicitam muitas vezes sites com conteúdos para adultos, que poderá considerar ofensivos ou, caso os visite, poderão comprometer a segurança do seu computador. 

 

O computador parece lento? O software malicioso não é necessariamente concebido para ser eficiente. Os recursos que utiliza para seguir os seus movimentos e enviar anúncios podem tornar o seu computador mais lento e os bugs no software podem fazer com que o seu computador bloqueie.

 

4. Utilize uma ferramenta que ajude a detectar e remover software indesejado

 

Várias empresas fornecem software, por vezes gratuito, que poderão verificar se existe esse tipo de programas indesejados no seu computador removendo-o.

 

5. Mantenha o Windows actualizado

 

O último passo para ajudar a proteger-se de software malicioso é certificar-se de que o Windows está sempre atualizado. Pode fazê-lo visitando o Windows Update e ativando as atualizações automáticas. Para instruções mais detalhadas, consulte a homepage da Microsoft.

 

6. Mantenha o Mac OS X actualizado

 

As atualizações de software para este sistema operativo, do Mountain Lion em diante, são oferecidas via Mac App Store sendo, para o efeito, enviada uma notificação para o utilizador que existe software disponível para atualização. Ao clicar em “Detalhes”, irá conhecer detalhadamente em que consistem as atualizações. Ao clicar em “Atualizar” irá ser transferida a nova versão do software.

 

Caso tenha o sistema de notificações inativado, poderá ctualizar o seu sistema operativo clicando no símbolo da Maçã e a partir do menu pendente, Atualizar Software. Em seguida, clique em “Atualizar”.

 

7. Utilize software licenciado

 

Adquira, descarregue ou utilize software licenciado. Descarregar software da internet de origens desconhecidas, não só nalguns casos poderá constituir a prática de um crime, como estará exposto a situações em que o programa trará oculto componentes cujo objetivo é desproteger as medidas de segurança do seu sistema informático e enviar, sem o saber, dados confidencias a terceiros.

Se tiver dúvidas, entre em contacto connosco.