Moratória para clientes particulares

Obtenha o adiamento do pagamento de prestações no Santander

O Santander complementa a moratória do Estado para o crédito à habitação própria e permanente, colocando à sua disposição uma solução para suspender no imediato as prestações de capital em todos os seus créditos.

Alvo

Qual o objetivo de uma moratória para crédito a particulares?

Para fazer frente à incerteza neste momento para as famílias, o Santander complementa a moratória do Estado, colocando à sua disposição uma solução para suspender, no imediato, as prestações de capital em todos os seus créditos, incluindo crédito habitação, outros créditos hipotecários (até 30 de setembro de 2020), e crédito pessoal ou outro crédito ao consumo, por um período de 12 meses.

No contexto da pandemia COVID-19, é previsível que o rendimento mensal de muitas famílias seja afetado de forma temporária. Nesse sentido, uma suspensão temporária do pagamento das prestações de contratos de crédito à habitação e de crédito pessoal permite reduzir o impacto no dia a dia das famílias, durante este período difícil.

 

O Estado aprovou uma moratória de capital e juros até 30 de setembro de 2020, abrangendo o crédito à habitação própria e permanente, e apenas para as famílias que se encontrem em determinadas situações.

Contabilidade fiscalidade

Em que consiste a moratória do Estado?

A moratória publicada no Decreto-Lei n.º 10-J/2020, de 26 de março, consiste na carência de pagamento de capital e juros até 30 de setembro de 2020, sobre contratos de crédito habitação própria e permanente.

O Governo de Portugal anunciou que as famílias e empresas afetadas pela pandemia COVID-19 vão ter direito a moratórias no pagamento das suas prestações de crédito à habitação própria permanente (a "moratória do Estado").

 

O capital relativo ao período de carência será amortizado através da extensão do contrato de crédito por um período igual ao da carência que seja concedida ao abrigo desta moratória. Os juros relativos ao período de carência serão capitalizados no empréstimo.

 

A moratória do Estado é acessível apenas a pessoas que se encontrem em situações específicas, designadamente:

  • Situação de isolamento profilático;
  • Situação de doença;
  • Assistência a filhos ou netos;
  • Trabalhadores de empresas que tenham colocado os seus trabalhadores em redução do período normal de trabalho ou suspensão do contrato de trabalho, em virtude de crise empresarial;
  • Situação de desemprego registada no Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP);
  • Elegíveis para o apoio extraordinário à redução da atividade económica de trabalhador independente;
  • Trabalhadores em estabelecimento ou atividade que tenha sido objeto de encerramento determinado durante o período de estado de emergência.

 

ter liquidez com o Santander

Em que consiste a solução de moratória Santander?

A solução de moratória Santander é abrangente no tipo de contratos de crédito incluídos, incluindo crédito hipotecário e não hipotecário, e tem um processo de adesão simplificado baseado em canais digitais.

O Santander definiu uma solução de moratória de crédito para particulares, que foi reforçada de forma a ser alinhada com as condições definidas no âmbito da Associação Portuguesa de Bancos (APB) para as moratórias de iniciativa privada.

 

Com esta solução do Santander, o cliente só paga os juros (1) de todos os seus créditos à habitação e crédito pessoal, até 30 de setembro ou nos próximos 12 meses, respetivamente. Isto significa que, relativamente a estes créditos, não paga as prestações de capital, nesta fase de incerteza. As prestações de capital que foram suspensas serão pagas no final do contrato, que aumenta o seu prazo por igual período.

 

(1) Se o cliente pretender, poderá também incluir na moratória o não pagamento de juros, que serão capitalizados a cada três meses.

Destinatário

Posso beneficiar da solução de moratória Santander?

Podem aderir à solução do Santander todos os clientes com contratos de crédito hipotecário e crédito não hipotecário em vigor, sem incumprimentos ou com incumprimento inferior a 90 dias (com referência à data de 18 de março de 2020) no contrato sobre o qual incide a Moratória.

Para terem acesso, os clientes, ou qualquer elemento do seu agregado familiar, deverão estar numa das seguintes situações:

  • Redução temporária de rendimentos de acordo com declaração do cliente, em mais de 20% do respetivo rendimento, fruto da atual situação de pandemia;
  • Ou em qualquer uma das situações previstas para o acesso à moratória do Estado já referidas.

Os pedidos serão devidamente analisados de acordo com os critérios do banco e do contexto atual. Em caso de regimes especiais de concessão de crédito (como situações de bonificação, regimes especiais de crédito à habitação, programas como IFFRU ou garantias da SGM), poderão ainda ter de ser obtidas autorizações por parte de entidades terceiras.

Condições de acesso

O que preciso fazer para aderir?

Para a solução da moratória Santander, o processo de adesão é simples, e pode submeter o pedido no NetBanco. Para a moratória do Estado, é necessário que se encontre numa das situações definidas para acesso e apresente documentos.
 

O acesso às moratórias é efetuado no NetBanco, na opção "Covid-19 - Medidas excecionais" disponível no menu "Empréstimos".

 

Para a Moratória do Estado é necessário que assuma, sob compromisso de honra, que se encontra numa das situações de acesso definidas. Adicionalmente, será necessário fazer prova de ter a situação regularizada junto da Segurança Social e da Autoridade Tributária e Aduaneira.

 

Será necessário apresentar documentos comprovativos desta situação. Estes documentos podem ser obtidos diretamente por si juntos destas entidades, acessíveis online.

 

Para a Solução da Moratória Santander, o processo de adesão é simples e imediato, bastando que assuma que, fruto da atual situação de pandemia, houve uma redução em mais de 20% do respetivo rendimento (do cliente ou de qualquer membro do agregado familiar), ou que se encontra em qualquer uma das situações previstas para o acesso à Moratória do Estado.

 

Deve indicar a opção de moratória para cada empréstimo abrangido e submeter o pedido. Caso se confirme a ausência de incumprimento e após análise a adesão poderá ser aceite e as novas condições serão aplicadas nos contratos englobados nesta moratória em que o cliente seja primeiro titular.

 

Pode aderir à Moratória do Estado até 30 de setembro e à Solução de Moratória Santander até 30 de junho de 2020.

Como posso aderir à moratória?

Desktop

Faça de imediato o seu pedido de adesão no NetBanco

Porque sabemos que esta é uma medida importante para muitas famílias, esta solução do Santander já está disponível. Siga os passos.

1. Faça login no NetBanco Particulares;

2. Aceda ao menú "Empréstimos";

3. Selecione a opção "COVID-19 - Medidas excecionais";

4. Selecione os tipos de créditos que pretende incluir na adesão;

5. Caso adira à moratória Santander, indique em que situação de acesso se encontra;

6. Caso adira à moratória do Estado, indique em que situação de acesso se encontra e e faça upload das certidões de não dívida à Segurança Social e à Autoridade Tributária e Aduaneira.

7. Confirme o pedido de adesão.

Medidas para apoiar as famílias

Comprometidos em vencer o surto COVID-19, o Santander colocou em prática soluções, pré-aprovadas, para regularização e redução dos encargos mensais.

Portugueses residentes no estrangeiro

App Santander

Controla o teu saldo, faz transferências, consulta as bolsas disponíveis e tem todas as ofertas e descontos a que tens direito sempre à mão.

App Santander

NetBanco - homebanking

Consulte as suas contas e realize diversas operações bancárias, no seu computador, a qualquer hora, sem filas e com toda a segurança.

Como aderir à Moratória do Estado e Santander?

  • Online

    Faça de imediato o seu pedido de adesão às Moratórias no NetBanco.

    Desktop
  • No balcão

    Dirija-se a um dos balcões Santander espalhados pelo país.

    Balcão
  • Por telefone

    Dúvidas sobre Moratórias

    210 526 660

    Atendimento personalizado, dias úteis das 8h às 18h.

    Telefone fixo