Voltar à lista de questões sobre “Moratória Particulares”

Aderi à Moratória do Estado ou à Moratória Santander até 17 de junho de 2020, posso prorrogar a minha Moratória até 31 de março de 2021?

De acordo com o Decreto-Lei n.º 26/2020 de 16 de junho (que veio alterar o Decreto-Lei n.º 10-J/2020, de 26 de março que estabeleceu o regime jurídico da Moratória do Estado):

 

Caso tenha aderido à Moratória do Estado:

Caso tenha um crédito com reembolso parcelar de capital ou de outras prestações pecuniárias e tenha aderido à Moratória do Estado, o período de vigência da sua Moratória será prorrogado automaticamente de 30 de setembro de 2020 para 31 de março de 2021, a menos que comunique ao banco até 20 de setembro de 2020 que não pretende beneficiar desta prorrogação.

 

Em qualquer caso, poderá sempre, em cada mês de vigência da Moratória, solicitar o fim da Moratória a que tenha aderido, retomando os pagamentos de reembolso de capital e/ou de juros.

 

Caso tenha aderido à Moratória Santander:

Caso tenha um crédito hipotecário com reembolso parcelar de capital ou de outras prestações pecuniárias e tenha aderido à Moratória Santander, poderá aderir a uma prorrogação do período de vigência da sua Moratória de 30 de setembro de 2020 para 31 de março de 2021, caso comunique ao banco até 20 de setembro de 2020 de que pretende beneficiar dessa prorrogação.

 

Em qualquer caso, poderá sempre, em cada mês de vigência da Moratória, solicitar o fim da Moratória a que tenha aderido, retomando os pagamentos de reembolso de capital e/ou de juros.

Se tiver dúvidas, entre em contacto connosco.