bem-estar

10 destinos paradisíacos para explorar

02 ago 2023 | 4 min de leitura

Procura praias de areia branca, água cristalina e quente? Oferecemos-lhe 10 ideias de destinos paradisíacos.

Quer seja uma de lua de mel, férias a dois, em família ou uma aventura a solo, existem inúmeros paraísos prontos para serem explorados. Neste artigo damos-lhe a conhecer alguns destinos de sonho para todas as carteiras e disponibilidades. Conheça-os!

 

 

Destinos paradisíacos em África

 

 

1. Ilha do Sal, Cabo Verde

A Ilha do Sal pertence ao barlavento do arquipélago de Cabo Verde e o seu nome deve-se à quantidade deste mineral existente na localidade. Com praias de areia clara, águas quentes e transparentes, este é um destino paradisíaco barato, perfeito para relaxar e praticar desportos náuticos, como mergulho, surf ou windsurf.

 

 

2. Saïdia, Marrocos

Conhecida como a “Pérola Azul”, Saïdia é uma das mais famosas zonas balneares de Marrocos. Com 14 quilómetros de extensão de areia fina e banhada pelo quente do mar mediterrâneo, em Saïdia pode aliar o descanso à prática de desportos náuticos e reservar alguns dias para conhecer a vila ou fazer uma excursão até Fez. Nesta cidade, pode visitar a maior e mais antiga medina de Marrocos.

 

 

3. Noisy Be, Madagascar

Se tiver maior disponibilidade financeira, existem outros destinos em África que pode explorar. Madagascar, por exemplo, é um dos países mais exóticos do mundo, onde pode encontrar espécies animais - como os lémures - e vegetais que não existem em qualquer outro lugar do planeta. De praias paradisíacas e paisagens de montanha, esta ilha é o destino ideal para quem quer descansar, contactar com a natureza e ver beleza natural em estado puro.

 

 

Destinos paradisíacos na Europa

4. Maiorca, Espanha

Mesmo aqui ao lado, na vizinha Espanha, está um dos principais destinos paradisíacos (e mais baratos) da Europa: Maiorca, a maior das Ilhas Baleares. A proximidade a Portugal, aliada às suas praias paradisíacas de águas cristalinas e temperadas, com areia branca imaculada, atraem inúmeros turistas todos os anos. Mas, além de descobrir as suas calas (pequenas praias entre rochedos) maravilhosas, pode passear pelas ruas de Palma, a capital, fazer compras, experimentar a gastronomia local e descobrir os seus edifícios históricos.
 

 

5. Sardenha, Itália

Localizada no Mar Mediterrâneo, a Sardenha é uma ilha italiana paradisíaca, rodeada de praias maravilhosas, com água azul e quente, e um clima ameno. Além da beleza natural, que combina mar e montanha, a Sardenha é perfeita para relaxar e divertir-se, oferecendo atividades para todos os gostos. É ideal para quem gosta de tranquilidade, natureza, boa comida, mas também aprecia a vida cosmopolita das cidades, como Alghero.

 

6. Creta, Grécia

Quando pensa em destinos paradisíacos na Europa, os primeiros nomes que surgem na sua cabeça são Mykonos e Santorini, na Grécia. Creta não lhes fica a dever nada no que à beleza diz respeito, porém é menos dispendioso e conhecido do público. A maior das ilhas da Grécia tem uma geografia fascinante e dinâmica, com regiões montanhosas, praias idílicas e culinária deliciosa, perfeitas para umas férias ou lua de mel.

 

7. Madeira, Portugal

Procura sítios paradisíacos em Portugal? A Madeira já foi eleita múltiplas vezes como o "Melhor Destino Insular do Mundo", pelos World Travel Awards. Cenários naturais arrebatadores, águas cristalinas e temperaturas amenas todo o ano fazem desta ilha no meio do Atlântico um dos destinos preferidos para quem quer desfrutar da natureza de forma diferente.
Imagem

 

 

Destinos paradisíacos na Ásia

 

 

8. South Malé Atoll, Maldivas

De certeza que em algum momento da sua vida se deparou com fotografias inspiradoras das Maldivas. As suas extensas praias de areia branca e fina e água cristalina fazem deste conjunto de ilhas no pacífico um dos destinos mais românticos para uma lua de mel ou férias em família. O único senão: a viagem não é barata. Por isso, se gostava de conhecer uma das suas ilhas, comece a juntar dinheiro. Valerá a pena!

 

 

9. Palawan, Filipinas

Ainda no Sudeste Asiático ficam as Filipinas, um arquipélago composto por mais de 7.000 ilhas, banhadas pelo oceano Pacífico. Neste país encontra de tudo: praias paradisíacas com areia branca, água cristalina e outras belas paisagens, mas também cultura e gastronomia para saciar todos os gostos. Apesar de não ser um destino barato - a viagem é dispendiosa -, o custo de vida no local é atrativo para as bolsas portuguesas.

 

 

Destinos paradisíacos na Oceânia

 

 

10. Auckland, Nova Zelândia

A Oceânia também está repleta de destinos paradisíacos. Por exemplo, a Nova Zelândia é um dos destinos mais exóticos e exclusivos do planeta Terra, onde abundam paisagens verdejantes, arrebatadoras e intocadas, que serviram de cenário para a filmagem da saga Senhor dos Anéis. Mas, além das atrações naturais e do imaginário povoado por hobbits, a Nova Zelândia também é conhecida pela sua cultura, simpatia e excelente comida e vinho. Por ficar no outro lado do mundo, não é um destino fácil nem barato. Mas quem já visitou, garante que vale a pena.

 

 

 

Os conteúdos apresentados não dispensam a consulta das entidades públicas ou privadas especialistas em cada matéria.

Achou este artigo útil?

Queremos continuar a trazer-lhe artigos úteis.

Obrigado pela sua opinião!

A sua ajuda é importante.

Salto Santander

Obrigado pela sua opinião!

Salto Santander widget crédito pessoal

Vai mesmo deixar para amanhã?

Conheça as nossas soluções de crédito pessoal.

Crédito Pessoal

Informação de tratamento de dados

O Banco Santander Totta, S.A. é o responsável pelo tratamento dos dados pessoais recolhidos.

O Banco pode ser contactado na Rua da Mesquita, 6, Centro Totta, 1070-238 Lisboa.

O Encarregado de Proteção de Dados do Banco poderá ser contactado na referida morada e através do seguinte endereço de correio eletrónico: privacidade@santander.pt.

Os dados pessoais recolhidos neste fluxo destinam-se a ser tratados para a finalidade envio de comunicações comerciais e/ou informativas pelo Santander.

O fundamento jurídico deste tratamento assenta no consentimento.

Os dados pessoais serão conservados durante 5 anos, ou por prazo mais alargado, se tal for exigido por lei ou regulamento ou se a conservação for necessária para acautelar o exercício de direitos, designadamente em sede de eventuais processos judiciais, sendo posteriormente eliminados.

Assiste, ao titular dos dados pessoais, os direitos previstos no Regulamento Geral de Proteção de Dados, nomeadamente o direito de solicitar ao Banco o acesso aos dados pessoais transmitidos e que lhe digam respeito, à sua retificação e, nos casos em que a lei o permita, o direito de se opor ao tratamento, à limitação do tratamento e ao seu apagamento, direitos estes que podem ser exercidos junto do responsável pelo tratamento para os contactos indicados em cima. O titular dos dados goza ainda do direito de retirar o consentimento prestado, sem que tal comprometa a licitude dos tratamentos efetuados até então.

Ao titular dos dados assiste ainda o direito de apresentar reclamações relacionadas com o incumprimento destas obrigações à Comissão Nacional da Proteção de Dados, por correio postal, para a morada Av. D. Carlos I, 134 - 1.º, 1200-651 Lisboa, ou, por correio eletrónico, para geral@cnpd.pt (mais informações em https://www.cnpd.pt/).

Para mais informação pode consultar a nossa política de privacidade (https://www.santander.pt/politica-privacidade).