finanças

Importância das poupanças programadas

08 out 2020 | 2 min de leitura

Quer poupar dinheiro, mas o dinheiro não chega ao final do mês? Pensa ser impossível poupar com todas as despesas que tem todos os meses? Neste artigo vamos falar-lhe de uma estratégia (quase) infalível para poupar dinheiro.

importância da conta poupança programada

É mais fácil poupar no início do mês

Uma primeira ideia para conseguir poupar dinheiro todos os meses é poupar quando tem dinheiro disponível na sua conta. Esse é o momento que coincide com o dia em que recebe o seu vencimento. Se deixar a poupança para o final do mês, irão existir muitas despesas que poderão reduzir a margem para poupar.

 

Ao invés, se poupar um valor fixo no início do mês, tem mais tempo para se ajustar a um orçamento familiar mais reduzido. No primeiro mês pode sentir a diferença, mas passado pouco tempo já se ajustou a esta nova realidade. Já cortou custos. Já negociou os seus contratos e já se adaptou.

 

É mais fácil poupar quando o processo é automático

A segunda ideia de grande impacto na sua estratégia de poupança passa por programar transferências automáticas e recorrentes para uma conta poupança. É fácil fazê-lo, bastando para tal ativar o programa de entregas programadas.

 

Este processo automático pode ajudar bastante a sua estratégia de poupança. É que ao ativar o programa de entregas programadas, quase acaba por se esquecer de que o dinheiro sai da sua conta à ordem para a conta poupança todos os meses. O banco faz tudo por si!

 

Pequenos montantes mensais fazem toda a diferença ao final de alguns anos

Quanto mais cedo começar o seu esforço de poupança, maior será o impacto dos juros compostos. Assumindo um caso hipotético em que duas pessoas começaram a poupar 100€ todos os meses e obtiveram um retorno de 3% ao ano. A primeira pessoa começou com 30 anos, pelo que aos 66 anos terá perto de 78 000€. A segunda pessoa começou 15 anos mais tarde pelo que na mesma altura terá um valor perto de 35 000€. Ou seja, 15 anos fizeram toda a diferença para duplicar o montante total de poupança no final do prazo.

 

Basta agora escolher a sua aplicação financeira

Para ativar um programa de entregas programadas deverá escolher a aplicação financeira mais adequada ao seu perfil e aos seus objetivos. O Santander disponibiliza-lhe uma gama vasta de produtos com possibilidade de entregas programadas para tornar o processo automático e potenciar as suas poupanças.

 

Este texto é informativo. Antes de contratar produtos financeiros, leia cuidadosamente a informação (incluindo documentação pré-contratual) para tomar uma decisão consciente e informada.

 

Achou este artigo útil?

Queremos continuar a trazer-lhe artigos úteis.

Obrigado pela sua opinião!

A sua ajuda é importante.

Salto Santander

Obrigado pela sua opinião!

Salto Santander Poupança no Santander

Poupar para ganhar

Faça da poupança o seu melhor aliado: pequenos gestos, grandes conquistas.

Poupar para ganhar

Informação de tratamento de dados

O Banco Santander Totta, S.A. é o responsável pelo tratamento dos dados pessoais recolhidos.

O Banco pode ser contactado na Rua da Mesquita, 6, Centro Totta, 1070-238 Lisboa.

O Encarregado de Proteção de Dados do Banco poderá ser contactado na referida morada e através do seguinte endereço de correio eletrónico: privacidade@santander.pt.

Os dados pessoais recolhidos neste fluxo destinam-se a ser tratados para a finalidade envio de comunicações comerciais e/ou informativas pelo Santander.

O fundamento jurídico deste tratamento assenta no consentimento.

Os dados pessoais serão conservados durante 5 anos, ou por prazo mais alargado, se tal for exigido por lei ou regulamento ou se a conservação for necessária para acautelar o exercício de direitos, designadamente em sede de eventuais processos judiciais, sendo posteriormente eliminados.

Assiste, ao titular dos dados pessoais, os direitos previstos no Regulamento Geral de Proteção de Dados, nomeadamente o direito de solicitar ao Banco o acesso aos dados pessoais transmitidos e que lhe digam respeito, à sua retificação e, nos casos em que a lei o permita, o direito de se opor ao tratamento, à limitação do tratamento e ao seu apagamento, direitos estes que podem ser exercidos junto do responsável pelo tratamento para os contactos indicados em cima. O titular dos dados goza ainda do direito de retirar o consentimento prestado, sem que tal comprometa a licitude dos tratamentos efetuados até então.

Ao titular dos dados assiste ainda o direito de apresentar reclamações relacionadas com o incumprimento destas obrigações à Comissão Nacional da Proteção de Dados, por correio postal, para a morada Av. D. Carlos I, 134 - 1.º, 1200-651 Lisboa, ou, por correio eletrónico, para geral@cnpd.pt (mais informações em https://www.cnpd.pt/).

Para mais informação pode consultar a nossa política de privacidade (https://www.santander.pt/politica-privacidade).