O que é uma conta ordenado?

finanças

O que é uma conta ordenado e que cuidados ter?

19 set 2022 | 4 min de leitura

Está à procura de um banco para domiciliar o salário? Saiba o que é uma conta ordenado, como funciona e quais as vantagens e desvantagens.

Escolher a melhor conta para domiciliar o ordenado é um passo importante na sua vida financeira. É nesta conta que passa a receber o salário e, por regra, a utilizar para domiciliar os pagamentos das suas contas mensais e a utilizar no seu dia a dia. Por isso, explicamos o que é uma conta ordenado e que cuidados deve ter na sua utilização.

 

 

O que é uma conta ordenado?

A conta ordenado é uma conta de depósitos à ordem especial, que implica a domiciliação do ordenado. Destina-se a clientes particulares que sejam trabalhadores com contrato de trabalho ou reformados/pensionistas. Estas contas pode, ou não, ter uma linha de crédito associada, intitulado facilidade de descoberto autorizado.

 

O que é a facilidade de descoberto autorizado?

É um contrato de crédito que permite dispor de fundos que excedam o saldo da sua conta de depósito à ordem, até um limite máximo definido no contrato. Existem diferentes tipos de contratos de crédito de facilidade de descoberto, consoante envolvam ou não a domiciliação de ordenado na conta à ordem e consoante o prazo de reembolso do montante de crédito utilizado seja igual ou inferior a um mês ou superior a um mês.

 

Numa conta ordenado, o descoberto autorizado permite, por regra, a antecipação de 100% do salário. No fundo, é como se o banco disponibilizasse o salário do mês seguinte ou parte dele.

 

Este tipo de conta pode ser útil para fazer face a uma necessidade pontual de crédito. Por exemplo, num mês em que tenha uma emergência financeira e que gaste o ordenado antes do dia de receber, poderá aceder a um financiamento igual ao seu salário.

 

E o descoberto bancário não autorizado?

Se, por exemplo, emitir um cheque e a conta bancária não tiver dinheiro suficiente, o banco pode recusar pagar o valor por falta de provisão. Mas também pode aceitar pagar, ficando com um descoberto bancário não autorizado (ou ultrapassagem de crédito). Isto porque se trata de um pagamento a descoberto aceite pela instituição financeira, mas sem que tenha sido previamente contratado.

 

O descoberto bancário não autorizado tem custos que podem ser superiores ao autorizado, nomeadamente juros mais altos.

 

 

Como funciona a conta ordenado?

A conta ordenado normalmente tem associada uma linha de crédito que funciona como uma ajuda para despesas inesperadas. A facilidade de descoberto autorizado terá de constar de um contrato diferente do contrato de abertura de conta. Neste documento devem constar as condições aplicáveis, nomeadamente:

 

  • Taxa de juro
  • Condições de reembolso
  • Comissões ou despesas aplicáveis
  • Impostos

 

Quando o ordenado for depositado na conta bancária, o valor do crédito que utilizou ao longo do mês é devolvido automaticamente ao banco. Entre a data de utilização do crédito e o seu reembolso são contados juros diários e Imposto de Selo, cobrados quando o salário cair na conta. Não há lugar ao pagamento da dívida em prestações.

 

 

Quais as vantagens e desvantagens da conta ordenado?

A conta ordenado pode ter algumas vantagens, como:

 

  • Isenção ou desconto nas comissões de manutenção mensais
  • Acesso ao descoberto bancário, em momentos de necessidade

 

Do lado das desvantagens, existe a possibilidade de gastar mais do que as suas possibilidades financeiras permitem. Por isso, é recomendável que tenha alguma prudência na utilização desta linha de crédito, para não entrar numa espiral de sobreendividamento. A conta ordenado pode ser bastante útil, desde que a utilize com cuidado.

 

 

Qual o melhor banco para abrir conta ordenado

Quando estiver à procura da melhor conta ordenado para o seu caso, há alguns parâmetros a que deve estar atento:

 

  • 1. Comissões bancárias. Opte por uma conta ordenado que ofereça alguma vantagem pela domiciliação do ordenado, nomeadamente a isenção ou desconto nas comissões bancárias

 

  • 2. Descoberto autorizado. Qual o valor de crédito disponibilizado? Procure uma opção que seja vantajosa para a sua situação financeira. Se não desejar a antecipação de 100% do salário, peça à entidade bancária para estabelecer um limite inferior (50% do salário, por exemplo)

 

  • 3. Taxa de juro. Procure uma conta ordenado que tenha uma taxa de juro atrativa, para pagar o menos possível de juros

 

 

O que é preciso para abrir uma conta ordenado

Se já tem uma conta à ordem, deverá contactar o seu banco para alertar que deseja mudar para uma conta ordenado e perguntar as condições oferecidas. De seguida, deve preencher um formulário disponibilizado pelo banco e entregá-lo à entidade patronal, para que possa começar a depositar o salário nessa conta.

 

O banco pode, ainda, pedir:

 

  • Bilhete de Identidade ou Cartão de Cidadão
  • Comprovativo de morada (Fatura eletricidade, água, outros)
  • Recibo de vencimento ou declaração da entidade patronal com o valor do vencimento mensal

 

Se está à procura de um banco para domiciliar o ordenado, conheça a conta que disponibiliza uma solução com desconto nas comissões de manutenção e acesso à antecipação de 100% do salário, com taxas de juro atrativas.

Escolher a melhor conta para domiciliar o ordenado é um passo importante na sua vida financeira. É nesta conta que passa a receber o salário e, por regra, a utilizar para domiciliar os pagamentos das suas contas mensais e a utilizar no seu dia a dia. Por isso, explicamos o que é uma conta ordenado e que cuidados deve ter na sua utilização.

 

 

O que é uma conta ordenado?

A conta ordenado é uma conta de depósitos à ordem especial, que implica a domiciliação do ordenado. Destina-se a clientes particulares que sejam trabalhadores com contrato de trabalho ou reformados/pensionistas. Estas contas pode, ou não, ter uma linha de crédito associada, intitulado facilidade de descoberto autorizado.

 

O que é a facilidade de descoberto autorizado?

É um contrato de crédito que permite dispor de fundos que excedam o saldo da sua conta de depósito à ordem, até um limite máximo definido no contrato. Existem diferentes tipos de contratos de crédito de facilidade de descoberto, consoante envolvam ou não a domiciliação de ordenado na conta à ordem e consoante o prazo de reembolso do montante de crédito utilizado seja igual ou inferior a um mês ou superior a um mês.

 

Numa conta ordenado, o descoberto autorizado permite, por regra, a antecipação de 100% do salário. No fundo, é como se o banco disponibilizasse o salário do mês seguinte ou parte dele.

 

Este tipo de conta pode ser útil para fazer face a uma necessidade pontual de crédito. Por exemplo, num mês em que tenha uma emergência financeira e que gaste o ordenado antes do dia de receber, poderá aceder a um financiamento igual ao seu salário.

 

E o descoberto bancário não autorizado?

Se, por exemplo, emitir um cheque e a conta bancária não tiver dinheiro suficiente, o banco pode recusar pagar o valor por falta de provisão. Mas também pode aceitar pagar, ficando com um descoberto bancário não autorizado (ou ultrapassagem de crédito). Isto porque se trata de um pagamento a descoberto aceite pela instituição financeira, mas sem que tenha sido previamente contratado.

 

O descoberto bancário não autorizado tem custos que podem ser superiores ao autorizado, nomeadamente juros mais altos.

 

 

Como funciona a conta ordenado?

A conta ordenado normalmente tem associada uma linha de crédito que funciona como uma ajuda para despesas inesperadas. A facilidade de descoberto autorizado terá de constar de um contrato diferente do contrato de abertura de conta. Neste documento devem constar as condições aplicáveis, nomeadamente:

 

  • Taxa de juro
  • Condições de reembolso
  • Comissões ou despesas aplicáveis
  • Impostos

 

Quando o ordenado for depositado na conta bancária, o valor do crédito que utilizou ao longo do mês é devolvido automaticamente ao banco. Entre a data de utilização do crédito e o seu reembolso são contados juros diários e Imposto de Selo, cobrados quando o salário cair na conta. Não há lugar ao pagamento da dívida em prestações.

 

 

Quais as vantagens e desvantagens da conta ordenado?

A conta ordenado pode ter algumas vantagens, como:

 

  • Isenção ou desconto nas comissões de manutenção mensais
  • Acesso ao descoberto bancário, em momentos de necessidade

 

Do lado das desvantagens, existe a possibilidade de gastar mais do que as suas possibilidades financeiras permitem. Por isso, é recomendável que tenha alguma prudência na utilização desta linha de crédito, para não entrar numa espiral de sobreendividamento. A conta ordenado pode ser bastante útil, desde que a utilize com cuidado.

 

 

Qual o melhor banco para abrir conta ordenado

Quando estiver à procura da melhor conta ordenado para o seu caso, há alguns parâmetros a que deve estar atento:

 

  • 1. Comissões bancárias. Opte por uma conta ordenado que ofereça alguma vantagem pela domiciliação do ordenado, nomeadamente a isenção ou desconto nas comissões bancárias

 

  • 2. Descoberto autorizado. Qual o valor de crédito disponibilizado? Procure uma opção que seja vantajosa para a sua situação financeira. Se não desejar a antecipação de 100% do salário, peça à entidade bancária para estabelecer um limite inferior (50% do salário, por exemplo)

 

  • 3. Taxa de juro. Procure uma conta ordenado que tenha uma taxa de juro atrativa, para pagar o menos possível de juros

 

 

O que é preciso para abrir uma conta ordenado

Se já tem uma conta à ordem, deverá contactar o seu banco para alertar que deseja mudar para uma conta ordenado e perguntar as condições oferecidas. De seguida, deve preencher um formulário disponibilizado pelo banco e entregá-lo à entidade patronal, para que possa começar a depositar o salário nessa conta.

 

O banco pode, ainda, pedir:

 

  • Bilhete de Identidade ou Cartão de Cidadão
  • Comprovativo de morada (Fatura eletricidade, água, outros)
  • Recibo de vencimento ou declaração da entidade patronal com o valor do vencimento mensal

 

Se está à procura de um banco para domiciliar o ordenado, conheça a conta que disponibiliza uma solução com desconto nas comissões de manutenção e acesso à antecipação de 100% do salário, com taxas de juro atrativas.

 

 

 

Os conteúdos apresentados não dispensam a consulta das entidades públicas ou privadas especialistas em cada matéria.

Achou este artigo útil?

Queremos continuar a trazer-lhe artigos úteis.

Obrigado pela sua opinião!

A sua ajuda é importante.

Salto Santander

Obrigado pela sua opinião!

Informação de tratamento de dados

O Banco Santander Totta, S.A. é o responsável pelo tratamento dos dados pessoais recolhidos.

O Banco pode ser contactado na Rua da Mesquita, 6, Centro Totta, 1070-238 Lisboa.

O Encarregado de Proteção de Dados do Banco poderá ser contactado na referida morada e através do seguinte endereço de correio eletrónico: privacidade@santander.pt.

Os dados pessoais recolhidos neste fluxo destinam-se a ser tratados para a finalidade envio de comunicações comerciais e/ou informativas pelo Santander.

O fundamento jurídico deste tratamento assenta no consentimento.

Os dados pessoais serão conservados durante 5 anos, ou por prazo mais alargado, se tal for exigido por lei ou regulamento ou se a conservação for necessária para acautelar o exercício de direitos, designadamente em sede de eventuais processos judiciais, sendo posteriormente eliminados.

Assiste, ao titular dos dados pessoais, os direitos previstos no Regulamento Geral de Proteção de Dados, nomeadamente o direito de solicitar ao Banco o acesso aos dados pessoais transmitidos e que lhe digam respeito, à sua retificação e, nos casos em que a lei o permita, o direito de se opor ao tratamento, à limitação do tratamento e ao seu apagamento, direitos estes que podem ser exercidos junto do responsável pelo tratamento para os contactos indicados em cima. O titular dos dados goza ainda do direito de retirar o consentimento prestado, sem que tal comprometa a licitude dos tratamentos efetuados até então.

Ao titular dos dados assiste ainda o direito de apresentar reclamações relacionadas com o incumprimento destas obrigações à Comissão Nacional da Proteção de Dados, por correio postal, para a morada Av. D. Carlos I, 134 - 1.º, 1200-651 Lisboa, ou, por correio eletrónico, para geral@cnpd.pt (mais informações em https://www.cnpd.pt/).

Para mais informação pode consultar a nossa política de privacidade (https://www.santander.pt/politica-privacidade).