bem-estar

Autocuidado: A importância de cuidar de nós

03 ago 2023 | 5 min de leitura

Descubra a importância do autocuidado e aprenda práticas para melhorar a sua saúde física, emocional, espiritual e social. Comece a cuidar de si e do seu bem-estar hoje mesmo.

Numa altura em que o ritmo de vida acelerado e as pressões sociais podem levar o melhor de nós, o autocuidado torna-se algo cada vez mais relevante e necessário. Investir no autocuidado é investir em si mesmo, nutrindo o seu corpo, mente e alma.

 

Quando estamos bem e em equilíbrio, somos capazes de lidar melhor com o stress, ser mais produtivos e manter relacionamentos mais saudáveis.

 

Damos-lhe algumas dicas de como dedicar tempo a si mesmo e a sua vida.

 

 

Qual é a definição de autocuidado?

O autocuidado é um conceito amplo que engloba todas as ações intencionais e conscientes que realizamos para promover e manter nosso bem-estar físico, mental e emocional. É um compromisso contínuo, o de cultivar hábitos e práticas que nos ajudem a viver uma vida mais saudável, equilibrada e satisfatória.

 

4 tipos de autocuidado

Autocuidado físico

O autocuidado físico engloba todas as ações voltadas para manter e promover a saúde e o bem-estar do nosso corpo, sejam elas cuidados com a alimentação, a prática regular de exercício físico, descanso adequado, sono de qualidade, ou, até, higiene pessoal. Investir no autocuidado físico é fundamental para ter energia, vitalidade e fortalecer o sistema imunitário.

 

Autocuidado emocional

Promover o autocuidado emocional envolve o reconhecimento e a gestão das nossas emoções, bem como a procura por atividades que promovam o equilíbrio emocional e a saúde mental. Isto pode incluir práticas como a meditação ou terapia. Este tipo de autocuidado, permite lidar melhor com o stress, a ansiedade e cultivar uma relação mais saudável com as nossas emoções.

 

Autocuidado espiritual

O autocuidado espiritual diz respeito a uma conexão mais holística. Envolve encontrar um modo de vida, um significado, talvez, um propósito de vida. Nutrir a nossa espiritualidade e procurar práticas que nos tragam paz interior através da meditação, reflexão ou conexão com a natureza, tendem a ser abordagens frequentes.

 

Autocuidado social

Cultivar relacionamentos saudáveis e significativos é parte essencial da nossa vida. Este tipo de autocuidado envolve estabelecer conexões com outras pessoas, partilhar experiências, procurar apoio emocional e participar em atividades sociais que nos tragam alegria e satisfação.

 

 

Benefícios e importância desta prática

 

  • Melhoria da qualidade de vida e bem-estar geral: O autocuidado é essencial para garantir que temos uma vida equilibrada e satisfatória em todas as áreas importantes da nossa vida

  • Redução do stress e da ansiedade: Ao dedicarmos tempo para cuidar de nós, aprendemos com isso a priorizar e a lidar com o stress e ansiedade, resultando num maior equilíbrio emocional

  • Aumento da autoestima e autoconfiança: Esta prática permite-nos nutrir uma imagem positiva de nós mesmos, fortalecendo a nossa autoestima e confiança nas nossas capacidades

  • Fortalecimento do sistema imunitário: Ao adotar práticas saudáveis, como alimentação equilibrada e exercício físico regular, fortalecemos o nosso sistema imunitário

  • Aumento dos níveis de energia e vitalidade: Cuidar do corpo e da mente proporciona-nos mais energia e vitalidade, permitindo-nos enfrentar as tarefas diárias com mais disposição e vigor

  • Melhoria da concentração e produtividade: Ao cuidar da saúde mental através do autocuidado, podemos melhorar a concentração, foco e produtividade, tornando-nos mais eficientes nas tarefas diárias

  • Desenvolvimento da capacidade de resiliência: Esta prática auxilia o desenvolvimento de competências que ajudam a superar adversidades e a lidar com desafios mais exigentes

  • Melhoria da qualidade do sono e descanso adequado: Práticas de autocuidado, como estabelecer uma rotina de sono saudável e criar um ambiente propício ao descanso, contribuem para uma melhor qualidade do sono e recuperação adequada

  • Promoção de uma vida equilibrada e saudável: Esta prática permite equilibrar todas as áreas da nossa vida, proporcionando uma harmonia entre trabalho, lazer, relacionamentos e cuidados pessoais

  • Cultivo de relacionamentos saudáveis e significativos: Ao dedicarmos tempo ao autocuidado, também fortalecemos os relacionamentos existentes na nossa vida, estabelecendo conexões mais saudáveis e significativas com os outros

  • Aumento da capacidade de cuidar dos outros de forma saudável: Ao cuidar de nós mesmos, estamos mais preparados para cuidar dos outros de uma maneira saudável e eficaz, sem que isso nos esgote emocionalmente

  • Desfrute de uma maior satisfação e alegria na vida diária: Ao praticar o autocuidado, abrimos espaço para experimentar uma maior satisfação e alegria na nossa vida quotidiana. Abrimos espaço para valorizar os pequenos momentos e encontrar prazer nas atividades mais básicas do dia a dia.

 

Como posso começar a cuidar de mim?

Incorporar o autocuidado na rotina diária pode parecer desafiador ao início, mas é uma jornada na qual vale a pena embarcar. De seguida, deixamos-lhe algumas sugestões para englobar o autocuidado no seu dia a dia, de forma efetiva:

 

1. Conheça-se a si mesmo: Tire um tempo para se conhecer melhor. Identifique as suas necessidades, interesses e limites. Isto ajudará a direcionar as melhores práticas de autocuidado de acordo com as suas particularidades

 

2. Defina prioridades: Estabeleça quais as áreas do autocuidado que são mais importantes para si. Foque-se num aspeto de cada vez e comece devagar, construindo gradualmente a sua rotina de autocuidado

 

3. Pratique o autocuidado em diferentes áreas: Explore os quatro tipos de autocuidado - físico, emocional, espiritual e social - e procure incorporar práticas em cada uma delas. Isto garantirá um cuidado completo e equilibrado

 

4. Comece com pequenos passos: Acima de tudo, não se sinta sobrecarregado. Comece com pequenas ações que se encaixem na sua rotina atual. Pode ser, por exemplo, uma caminhada curta, alguns minutos para meditar ou, até, escrever num diário. O importante é dar o primeiro passo

 

5. Seja gentil consigo mesmo: Não tente alcançar a perfeição. Reconheça que há momentos em que pode ser difícil priorizar-se, mas lembre-se de que merece cuidado e atenção

 

6. Envolva-se em atividades prazerosas: Identifique hobbies, interesses e atividades que promovam o seu bem-estar e reserve algum tempo para se dedicar a elas

 

7. Invista nas suas relações: Alimente conexões positivas - relações com os outros podem aumentar a nossa felicidade, a nossa saúde e a nossa qualidade de vida.

 

Checklist de autocuidado: já cuidou de si hoje?

Pode começar por, todos os dias, olhar para esta check-list e tentar realizar algumas das coisas nela presentes:

 

  • Fazer atividades de lazer que me dão prazer
  • Experienciar momentos de tranquilidade e relaxamento
  • Experienciar momentos em que me “desligo” dos ecrãs (telemóvel, tablet, computador, televisão)
  • Manter-me em contacto com as pessoas importantes na minha vida
  • Partilhar os meus pensamentos e sentimentos com familiares ou amigos
  • Escolher alimentos saudáveis
  • Dormir o número de horas suficientes para me sentir bem
  • Manter-me fisicamente ativo ao longo do dia (por exemplo, levantar-me com frequência)
  • Pelo menos duas vezes por semana, praticar exercício físico
  • Estar atento à minha saúde física e emocional (mantendo consultas médicas em dia e monitorizando e expressando as minhas emoções)
  • Aceitar quando erro ou falho e celebrar os objetivos/sucessos que alcancei
  • Aceitar ou pedir ajuda sempre que sentir necessidade
  • Procurar ativamente manter um equilíbrio entre a minha vida pessoal/familiar e profissional.

 

Esta jornada começa com pequenos passos, mas os resultados são gigantes. Pronto para começar a cuidar de si?

 

 

 

Os conteúdos apresentados não dispensam a consulta das entidades públicas ou privadas especialistas em cada matéria.

Achou este artigo útil?

Queremos continuar a trazer-lhe artigos úteis.

Obrigado pela sua opinião!

A sua ajuda é importante.

Salto Santander

Obrigado pela sua opinião!

Informação de tratamento de dados

O Banco Santander Totta, S.A. é o responsável pelo tratamento dos dados pessoais recolhidos.

O Banco pode ser contactado na Rua da Mesquita, 6, Centro Totta, 1070-238 Lisboa.

O Encarregado de Proteção de Dados do Banco poderá ser contactado na referida morada e através do seguinte endereço de correio eletrónico: privacidade@santander.pt.

Os dados pessoais recolhidos neste fluxo destinam-se a ser tratados para a finalidade envio de comunicações comerciais e/ou informativas pelo Santander.

O fundamento jurídico deste tratamento assenta no consentimento.

Os dados pessoais serão conservados durante 5 anos, ou por prazo mais alargado, se tal for exigido por lei ou regulamento ou se a conservação for necessária para acautelar o exercício de direitos, designadamente em sede de eventuais processos judiciais, sendo posteriormente eliminados.

Assiste, ao titular dos dados pessoais, os direitos previstos no Regulamento Geral de Proteção de Dados, nomeadamente o direito de solicitar ao Banco o acesso aos dados pessoais transmitidos e que lhe digam respeito, à sua retificação e, nos casos em que a lei o permita, o direito de se opor ao tratamento, à limitação do tratamento e ao seu apagamento, direitos estes que podem ser exercidos junto do responsável pelo tratamento para os contactos indicados em cima. O titular dos dados goza ainda do direito de retirar o consentimento prestado, sem que tal comprometa a licitude dos tratamentos efetuados até então.

Ao titular dos dados assiste ainda o direito de apresentar reclamações relacionadas com o incumprimento destas obrigações à Comissão Nacional da Proteção de Dados, por correio postal, para a morada Av. D. Carlos I, 134 - 1.º, 1200-651 Lisboa, ou, por correio eletrónico, para geral@cnpd.pt (mais informações em https://www.cnpd.pt/).

Para mais informação pode consultar a nossa política de privacidade (https://www.santander.pt/politica-privacidade).