bem-estar

Carnaval de 2024: quando é e onde comemorar

06 fev 2024 | 6 min de leitura

Estamos em contagem decrescente para começar a folia e celebração! Sim, leu bem: o carnaval de 2024 acontecerá já nos dias 10, 11, 12 e 13 de fevereiro. Pronto para celebrar? Conheça quais as festas de carnaval mais marcantes de Portugal - e não só!

O Carnaval é um espetáculo cultural que traz uma mistura vibrante de folclore, música e performances cativantes pelas ruas portuguesas. Esta tradição, que transcende o tempo e idades, tem o seu lugar bem presente na cultura portuguesa e muito anima algumas das nossas regiões durante quatro dias.

 

 

Quando é o carnaval de 2024?

O Carnaval, este ano, será celebrado no dia 13 de fevereiro. As festividades, começam no fim-de-semana que antecede, de 10 a 13 de fevereiro, com início no sábado e término na terça-feira. A Quarta-feira de Cinzas, que marca o fim do Carnaval e o início da Quaresma para a igreja Católica, é dia 14 de fevereiro.

 

 

O dia de Carnaval é feriado?

O Carnaval não é considerado um feriado nacional. No entanto, muitas empresas optam por adotar a prática de conceder tolerância de ponto, permitindo, assim, que os trabalhadores desfrutem das festividades carnavalescas.

 

A decisão de conceder ou não a tolerância de ponto varia e é frequentemente determinada a nível local, municipal ou mesmo por entidades privadas. No que diz respeito à função pública, como em anos anteriores, o Governo concede tolerância de ponto na terça-feira de carnaval, 13 de fevereiro.

 

 

Onde comemorar o Carnaval em Portugal

 

 

Torres Vedras

Em Torres Vedras, o Carnaval é uma festa verdadeiramente única e inesquecível. O carnaval desta região remonta a 1574, quando foram registadas queixas sobre brincadeiras de entrudo pelas ruas da vila. Com características urbanas e rurais, tem influência de modelos carnavalescos franceses e italianos, sendo atualmente conhecido como o "Carnaval mais Português de Portugal", pelo seu cariz popular e de massas, trajes “trapalhões” e exagerados, rejeitando as influências do Brasil, como escolas de samba. Como tradição, e desde 1923, o Carnaval tem o seu próprio “Rei” e “Rainha”, representantes simbólicos da comunidade durante a festividade. Em 2022, o Carnaval de Torres Vedras teve o importante marco de ser considerado Património Cultural Imaterial. Os desfiles extravagantes, os gigantones apelidados de “cabeçudos”, as “matrafonas” e “Zés Pereiras” e toda a atmosfera teatral, fazem deste destino uma escolha excecional para quem procura uma celebração vibrante e cheia de alegria. O tema deste ano é “Carnaval do Futuro” e as festividades começam já no dia 9 de fevereiro.

 

 

Ovar

A primeira edição remonta ao ano de 1952 e, desde então, que este carnaval se destaca pela dedicação artística da comunidade local. É um dos principais eventos da zona centro-norte, onde poderá contar com elaboradas máscaras e fantasias que tornam os desfiles um espetáculo visual deslumbrante, unindo o melhor das tradições portuguesas e brasileiras. O Carnaval de Ovar é constituído integralmente por voluntários do município e tem como atração principal três Corsos Carnavalescos, compostos por mais de 2.000 figurantes. Tal como em Torres Vedras, em Ovar temos também um “Rei” e uma “Rainha” do Carnaval, títulos atribuídos sempre a munícipes da região. As festividades oficiais começam no dia 9 de fevereiro, mas desde meados de Janeiro que já se pode “brincar ao Carnaval” na região, com um programa de atividades recheado. Esta cidade costeira é o local ideal para quem procura uma celebração cheia de cor, tradição e um toque artístico único.

 

 

Loulé

Localizado no Algarve, Loulé oferece uma experiência carnavalesca “quente”, sendo o carnaval que mais se assemelha ao carnaval do Brasil. É um dos principais carnavais de Portugal, e este ano, contará com 14 carros alegóricos e mais de 600 figurantes, prontos para levar a folia e alegria às ruas da cidade. As festividades acontecem nos dias 11, 12 e 13 de fevereiro e terá como tema "À descoberta dos ODS", promovendo os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU.

 

 

Estarreja

“A foliar desde 1897”, o Carnaval de Estarreja é uma festa de cor e vivacidade. Foi no início da década de 80 que foram introduzidos os desfiles exclusivos para crianças e os grupos de folia, assim como o samba, o que trouxe uma nova vida à celebração. Os desfiles, concertos, desfiles das escolas de samba e os carros alegóricos cativam qualquer pessoa - de qualquer idade -, o que torna esta cidade num ponto de celebração animada durante a temporada carnavalesca. Em Estarreja, os foliões já andam a comemorar, pois as festividades começaram no início de fevereiro.

 

 

Mealhada

O Carnaval Luso Brasileiro da Bairrada teve o seu primeiro desfile em 1971 e, nos anos seguintes, o evento cresceu e contou com a participação de atores brasileiros famosos, além da criação de escolas de samba e da Associação do Carnaval da Bairrada. Este, considerado como um Carnaval luso-brasileiro, oferece uma fusão única entre tradição e folia e é palco de muito samba e desfiles, onde é dado um protagonismo especial às quatro escolas de samba: Amigos da Tijuca, Batuque, Real Imperatriz, Sócios da Mangueira. As festividades começaram no início do mês e vão até ao dia 13 de fevereiro.

 

 

Podence

Macedo de Cavaleiros é conhecida pela sua a tradição ancestral “Caretos”, que ganha vida durante o Carnaval. Estes, que são Património Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO, são as figuras principais do Carnaval, com trajes coloridos e chocalhos, que percorrem a aldeia fazendo barulho e perturbando as pessoas. Eles representam os excessos e a alegria permitidos nesta época do ano. O evento inclui casamentos fictícios e uma cerimônia de Queima do Entrudo. Nos dias 10, 11, 12 e 13 de fevereiro o Entrudo Chocalheiro vai animar as ruas da vila e protagonizar uma festa única, cheia de simbolismo e folclore.

 

 

Sines

Aqui, o carnaval é comemorado desde 1926. Durante cinco dias, a cidade de Sines enche-se de uma atmosfera descontraída e festiva, que leva milhares de pessoas à rua. O Carnaval de Sines acontecerá entre 9 e 14 de fevereiro e contará com desfiles, bailes, noites temáticas e a tradicional Noite da Matrafona. Haverá, ainda, uma mostra sobre o Carnaval no Centro de Artes de Sines. A festa é organizada pela Associação de Carnaval de Sines, com o apoio da Câmara Municipal.

 

 

Sesimbra

Sesimbra destaca-se pelas suas celebrações à beira-mar durante o Carnaval. Aqui, festeja-se uma tradição antiga e um dos destaques do carnaval: as Cegadas. Esta tradição consiste em grupos de homens que, acompanhados de uma guitarra, cantam alguns dos acontecimentos mais marcantes da atualidade. O programa inclui, ainda, animação noturna, o Enterro do Bacalhau, e festas em bares e restaurantes, de 4 a 13 de fevereiro.

 

 

Funchal

O Carnaval do Funchal, na ilha da Madeira, é grandioso e exuberante. Tem como destaque dois desfiles: o Alegórico e o Trapalhão. O desfile alegórico, considerado o mais importante e sofisticado, conta com grupos de samba e trajes coloridos, enquanto que o desfile trapalhão é mais descontraído, onde qualquer pessoa pode participar com disfarces. Ambos os desfiles terminam na Praça Municipal, onde há mais entretenimento. O Funchal proporciona uma festividade única, e transforma as ruas num espetáculo de cores, emoções, imitações e figuras satíricas. Dizem que a vida são dois dias e o Carnaval são três mas, na Madeira, são duas semanas: as festividades acontecem de 7 a 18 de fevereiro.

 

 

Onde comemorar o Carnaval fora de Portugal

 

 

Veneza

Em Veneza, o Carnaval é uma experiência mágica, que transforma a cidade italiana num cenário de luxo e mistério. Os famosos bailes de máscaras, as performances artísticas e os desfiles ao longo dos canais criam uma atmosfera única, onde a tradição se encontra com a elegância, tornando Veneza um destino inesquecível para celebrar o Carnaval.

 

 

Rio de Janeiro

O Carnaval do Rio de Janeiro é mundialmente conhecido pela sua energia contagiante, desfiles magníficos e festividades exuberantes. As escolas de samba competem com coreografias espetaculares no Sambódromo, enquanto as ruas se enchem de alegria, música e dança.

 

 

New Orleans

Em New Orleans, nos Estados Unidos, o Carnaval é celebrado com intensidade no famoso Mardi Gras, que tem as suas raízes nas tradições europeias dos séculos XVII e XVIII. Desfiles coloridos, máscaras extravagantes e música vibrante preenchem as ruas da cidade durante estes dias.

 

 

Santa Cruz de Tenerife

Considerada a segunda festa de carnaval mais popular do mundo, a seguir ao Rio de Janeiro, o Carnaval de Santa Cruz de Tenerife é uma explosão de cor, música e dança, que domina a região por 15 dias. Desfiles extravagantes, concursos de fantasias e festas na rua transformam a cidade num espetáculo animado e com muito a aproveitar.

 

 

Nice

Nice, na Riviera Francesa, oferece um Carnaval elegante e sofisticado. Os desfiles de flores, os 17 carros alegóricos, milhares de dançarinos e músicos de todo o mundo e avenidas cheias de cor e luz criam uma atmosfera de folia e encanto. Com uma mistura de tradição e criatividade, o Carnaval de Nice destaca-se pela sua beleza e elegância.

 

 

Colónia

Colónia, na Alemanha, é palco de um dos maiores Carnavais da Europa. As festividades começam em novembro, mas atingem o ápice durante a semana do Carnaval. Desfiles animados, fantasias coloridas e alegria contagiante fazem de Colónia um destino vibrante para celebrar esta festividade.

 

 

Binche

Na Bélgica, a pequena cidade de Binche é famosa pelo seu Carnaval, reconhecido em 2003 como “uma obra-prima da herança oral e intangível da humanidade”, pela UNESCO. O destaque vai para os Gilles, personagens mascarados que participam em danças tradicionais e eventos onde se atiram laranjas (sinal de boa sorte) e outras práticas curiosas. Tudo isto torna Binche num lugar singular e encantador para vivenciar as tradições carnavalescas belgas.

 

 

Qual a origem do Carnaval?

A tradição do Carnaval tem suas raízes nas festividades pré-cristãs, onde as comunidades celebravam o fim do inverno e a chegada da primavera. Com o tempo, essa celebração transformou-se, incorporando elementos religiosos e ganhando novos contornos e tradições ao longo dos séculos.

 

Em Portugal, a influência das festividades carnavalescas está presente desde o século XV. Ao longo dos anos, o Carnaval português evoluiu, absorvendo influências regionais e criando as suas próprias tradições. Desde as festividades nas aldeias mais remotas até os grandiosos desfiles nas cidades, o Carnaval tornou-se numa expressão autêntica da cultura e a celebração da vida, liberdade e alegria.

 

 

 

Os conteúdos apresentados não dispensam a consulta das entidades públicas ou privadas especialistas em cada matéria.

Achou este artigo útil?

Queremos continuar a trazer-lhe artigos úteis.

Obrigado pela sua opinião!

A sua ajuda é importante.

Salto Santander

Obrigado pela sua opinião!

Informação de tratamento de dados

O Banco Santander Totta, S.A. é o responsável pelo tratamento dos dados pessoais recolhidos.

O Banco pode ser contactado na Rua da Mesquita, 6, Centro Totta, 1070-238 Lisboa.

O Encarregado de Proteção de Dados do Banco poderá ser contactado na referida morada e através do seguinte endereço de correio eletrónico: privacidade@santander.pt.

Os dados pessoais recolhidos neste fluxo destinam-se a ser tratados para a finalidade envio de comunicações comerciais e/ou informativas pelo Santander.

O fundamento jurídico deste tratamento assenta no consentimento.

Os dados pessoais serão conservados durante 5 anos, ou por prazo mais alargado, se tal for exigido por lei ou regulamento ou se a conservação for necessária para acautelar o exercício de direitos, designadamente em sede de eventuais processos judiciais, sendo posteriormente eliminados.

Assiste, ao titular dos dados pessoais, os direitos previstos no Regulamento Geral de Proteção de Dados, nomeadamente o direito de solicitar ao Banco o acesso aos dados pessoais transmitidos e que lhe digam respeito, à sua retificação e, nos casos em que a lei o permita, o direito de se opor ao tratamento, à limitação do tratamento e ao seu apagamento, direitos estes que podem ser exercidos junto do responsável pelo tratamento para os contactos indicados em cima. O titular dos dados goza ainda do direito de retirar o consentimento prestado, sem que tal comprometa a licitude dos tratamentos efetuados até então.

Ao titular dos dados assiste ainda o direito de apresentar reclamações relacionadas com o incumprimento destas obrigações à Comissão Nacional da Proteção de Dados, por correio postal, para a morada Av. D. Carlos I, 134 - 1.º, 1200-651 Lisboa, ou, por correio eletrónico, para geral@cnpd.pt (mais informações em https://www.cnpd.pt/).

Para mais informação pode consultar a nossa política de privacidade (https://www.santander.pt/politica-privacidade).