Como posso poupar água?

família

6 dicas para poupar água e cuidar da saúde do planeta

20 out 2021 | 4 min de leitura

Saiba como adotar hábitos de consumo de água mais conscientes, amigos do ambiente - e do seu orçamento também.

Sabia que, num duche de 10 minutos, gastam-se 200 litros de água?

 

A água é um bem de primeira necessidade. Uma grande parte da população mundial não tem acesso a água potável, em condições de salubridade. Melhorar esta situação é um compromisso de todos. Mas como podemos fazê-lo? O que pode mudar nas suas rotinas para participar nesta poupança de água e contribuir para cuidar da saúde do planeta?

 

Mais de 70% do planeta Terra é água. Isto significa que, dos aproximadamente 500 milhões de quilómetros quadrados do nosso planeta, cerca de 350 milhões são aquáticos. A maior parte desta reserva provém de oceanos e mares, seguindo-se os glaciares e calotas polares, águas subterrâneas, lagos e rios.

 

Apesar da abundância deste recurso natural, a proporção de água potável representa apenas 0,025% do total. É fácil de perceber que se trata de um bem escasso, ao qual cerca de 2 200 milhões de pessoas não têm acesso.

 

Contribuir para mudar esta realidade está nas mãos de todos. De facto, os avanços começam por gerar pequenas mudanças na nossa rotina doméstica, com gestos como os que recomendamos de seguida. Comece já a adotar estes hábitos para reduzir a sua pegada ecológica.

 

Como poupar água no dia a dia

Um sistema de saneamento e abastecimento de água responsável é uma das bases para mitigar os efeitos das alterações climáticas. Mas, sem um consumo consciente, não chega.

 

Adotar medidas simples e sustentáveis no nosso dia a dia tem um impacto reparador num dos maiores problemas com os quais o mundo se depara: a emergência climática.

 

1: Tome duches mais rápidos

Estima-se que um duche típico dura aproximadamente 10 minutos, o que implica um gasto de 200 litros de água.

 

Pense na diferença que vai conseguir fazer ao fechar a torneira nos momentos em que não precisa de água corrente. Tente reduzir os seus 10 minutos de duche para metade – vai ver os seus esforços para economizar água refletidos na fatura ao fim do mês.

 

2: Descongele os alimentos com antecedência

Faça-o no frigorífico ou à temperatura ambiente, evitando usar a água da torneira.

 

Existem outras formas de poupar água na cozinha. Quando lava os alimentos, feche a torneira se não estiver a precisar de água ou encha um recipiente para evitar desperdícios.

 

Garanta que a máquina de lavar loiça está cheia antes de iniciar um programa.

 

3: Escolha eletrodomésticos mais eficientes

 

Rever as classes energéticas dos eletrodomésticos vai permitir melhorar a eficiência energética da sua casa. Mas não só: porque consomem menos água e menos eletricidade, eletrodomésticos mais eficientes são bons para o meio ambiente e para o orçamento familiar. As suas despesas mensais agradecem.

 

Em casos como os da máquina de lavar louça ou roupa, espere até que a carga esteja completa e evite as pré-lavagens.

 

4: Use o autoclismo de forma responsável

Não despejar na sanita objetos como toalhitas não degradáveis é uma das melhores formas de poupar água no autoclismo e de proteger o ambiente.

 

Se puder, escolha um modelo com autoclismo de dupla descarga, de modo a usar apenas a quantidade de água necessária.

 

5: Regue as suas plantas ou jardim à noite

Evitará desperdiçar até 30% da água que se evaporaria se o fizesse de manhã ou à tarde.

 

Aproveite os dias chuvosos e recolha água da chuva, deixando alguns recipientes ao ar livre. Use essa água para regar - as suas plantas agradecem e o planeta também.

 

6: Use dispositivos de poupança de água da torneira

Se as torneiras em sua casa forem antigas, utilize instrumentos como limitadores ou interruptores de caudal.

 

Feche a torneira quando não a estiver a usar (por exemplo, enquanto lava os dentes) e poupará até 6 litros de água por minuto.

 

A importância da água: o sexto Objetivo de Desenvolvimento Sustentável

Um bem tão básico para a vida como a água constitui um dos maiores problemas que assolam o mundo. O seu uso indiscriminado e a má gestão traduzem-se num dos principais focos de poluição global, já que mais de 80% das águas residuais decorrentes da atividade humana são vertidas na natureza sem receber nenhum tratamento. Isto contribui para um clima extremo, causador de mais de 90% das grandes catástrofes ocorridas na última década.

 

Por estes e outros motivos, a importância da água converteu-se num Objetivo de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ONU), sob a premissa “Água potável e saneamento”. A ONU assegura que, limitando o aumento do aquecimento global a 1,5º acima de níveis pré-industriais, a seca produzida pelo clima diminuiria até 50%.

 

É responsabilidade de todos participar neste objetivo. Por isso, o Santander está entre as mais de 125 entidades financeiras que assinaram os princípios de Banca Responsável, na Assembleia Geral das Nações Unidas, em setembro de 2019.

 

 

Os conteúdos apresentados não dispensam a consulta das entidades públicas ou privadas especialistas em cada matéria.

Sabia que, num duche de 10 minutos, gastam-se 200 litros de água?

 

A água é um bem de primeira necessidade. Uma grande parte da população mundial não tem acesso a água potável, em condições de salubridade. Melhorar esta situação é um compromisso de todos. Mas como podemos fazê-lo? O que pode mudar nas suas rotinas para participar nesta poupança de água e contribuir para cuidar da saúde do planeta?

 

Mais de 70% do planeta Terra é água. Isto significa que, dos aproximadamente 500 milhões de quilómetros quadrados do nosso planeta, cerca de 350 milhões são aquáticos. A maior parte desta reserva provém de oceanos e mares, seguindo-se os glaciares e calotas polares, águas subterrâneas, lagos e rios.

 

Apesar da abundância deste recurso natural, a proporção de água potável representa apenas 0,025% do total. É fácil de perceber que se trata de um bem escasso, ao qual cerca de 2 200 milhões de pessoas não têm acesso.

 

Contribuir para mudar esta realidade está nas mãos de todos. De facto, os avanços começam por gerar pequenas mudanças na nossa rotina doméstica, com gestos como os que recomendamos de seguida. Comece já a adotar estes hábitos para reduzir a sua pegada ecológica.

 

Como poupar água no dia a dia

Um sistema de saneamento e abastecimento de água responsável é uma das bases para mitigar os efeitos das alterações climáticas. Mas, sem um consumo consciente, não chega.

 

Adotar medidas simples e sustentáveis no nosso dia a dia tem um impacto reparador num dos maiores problemas com os quais o mundo se depara: a emergência climática.

 

1: Tome duches mais rápidos

Estima-se que um duche típico dura aproximadamente 10 minutos, o que implica um gasto de 200 litros de água.

 

Pense na diferença que vai conseguir fazer ao fechar a torneira nos momentos em que não precisa de água corrente. Tente reduzir os seus 10 minutos de duche para metade – vai ver os seus esforços para economizar água refletidos na fatura ao fim do mês.

 

2: Descongele os alimentos com antecedência

Faça-o no frigorífico ou à temperatura ambiente, evitando usar a água da torneira.

 

Existem outras formas de poupar água na cozinha. Quando lava os alimentos, feche a torneira se não estiver a precisar de água ou encha um recipiente para evitar desperdícios.

 

Garanta que a máquina de lavar loiça está cheia antes de iniciar um programa.

 

3: Escolha eletrodomésticos mais eficientes

 

Rever as classes energéticas dos eletrodomésticos vai permitir melhorar a eficiência energética da sua casa. Mas não só: porque consomem menos água e menos eletricidade, eletrodomésticos mais eficientes são bons para o meio ambiente e para o orçamento familiar. As suas despesas mensais agradecem.

 

Em casos como os da máquina de lavar louça ou roupa, espere até que a carga esteja completa e evite as pré-lavagens.

 

4: Use o autoclismo de forma responsável

Não despejar na sanita objetos como toalhitas não degradáveis é uma das melhores formas de poupar água no autoclismo e de proteger o ambiente.

 

Se puder, escolha um modelo com autoclismo de dupla descarga, de modo a usar apenas a quantidade de água necessária.

 

5: Regue as suas plantas ou jardim à noite

Evitará desperdiçar até 30% da água que se evaporaria se o fizesse de manhã ou à tarde.

 

Aproveite os dias chuvosos e recolha água da chuva, deixando alguns recipientes ao ar livre. Use essa água para regar - as suas plantas agradecem e o planeta também.

 

6: Use dispositivos de poupança de água da torneira

Se as torneiras em sua casa forem antigas, utilize instrumentos como limitadores ou interruptores de caudal.

 

Feche a torneira quando não a estiver a usar (por exemplo, enquanto lava os dentes) e poupará até 6 litros de água por minuto.

 

A importância da água: o sexto Objetivo de Desenvolvimento Sustentável

Um bem tão básico para a vida como a água constitui um dos maiores problemas que assolam o mundo. O seu uso indiscriminado e a má gestão traduzem-se num dos principais focos de poluição global, já que mais de 80% das águas residuais decorrentes da atividade humana são vertidas na natureza sem receber nenhum tratamento. Isto contribui para um clima extremo, causador de mais de 90% das grandes catástrofes ocorridas na última década.

 

Por estes e outros motivos, a importância da água converteu-se num Objetivo de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ONU), sob a premissa “Água potável e saneamento”. A ONU assegura que, limitando o aumento do aquecimento global a 1,5º acima de níveis pré-industriais, a seca produzida pelo clima diminuiria até 50%.

 

É responsabilidade de todos participar neste objetivo. Por isso, o Santander está entre as mais de 125 entidades financeiras que assinaram os princípios de Banca Responsável, na Assembleia Geral das Nações Unidas, em setembro de 2019.

 

 

Os conteúdos apresentados não dispensam a consulta das entidades públicas ou privadas especialistas em cada matéria.

Achou este artigo útil?

Obrigado pela sua opinião!

A sua ajuda é importante.

Salto Santander

Obrigado pela sua opinião!