finanças

Vamos explicar-lhe tudo sobre a certidão de teor

19 out 2023 | 3 min de leitura

Vamos explicar-lhe o que é a certidão de teor, para que serve, como pedi-la e qual a diferença entre a certidão de teor e a caderneta predial.

A certidão de teor é um documento essencial no contexto imobiliário em Portugal. Fornece informações detalhadas sobre um imóvel, incluindo a sua descrição, histórico, titularidade e eventuais ónus ou encargos que possam afetar a propriedade. Vamos explicar-lhe o que é a certidão de teor, para que serve, como pedi-la e qual a diferença entre a certidão de teor e a caderneta predial.

 

 

O que é a certidão de teor e para que serve?

A certidão de teor, ou certidão permanente de registo predial é um documento emitido pelas Conservatórias de Registo Predial. Contém informações detalhadas sobre um determinado imóvel, o histórico da casa em termos de constituição e localização, confirma a sua titularidade (quem são os verdadeiros proprietários), identifica a existência de encargos associados, tais como penhoras, hipotecas ou usufrutos registados e, ainda, registos pendentes, permitindo o conhecimento total da sua situação jurídica.

 

Esta certidão é frequentemente solicitada em transações imobiliárias, como compra e venda de imóveis, para garantir que o comprador está a adquirir uma propriedade livre de problemas legais ou dívidas.

 

Além disso, é frequentemente usada em processos legais, como heranças e partilhas de bens, para determinar a propriedade de um imóvel e os seus eventuais encargos.

 

Como pedir e consultar uma certidão de teor?

Para pedir uma certidão de teor é necessário dirigir-se a uma Conservatória de Registo Predial. Geralmente, o pedido pode ser feito presencialmente ou online, e tem a validade de 6 meses.

 

Assim que o pedido for feito e pago, pode utilizar a plataforma Predial Online para consultar a certidão permanente:

 

1. No lado direito do site, na secção de “Certidão Permanente”, terá de escolher a opção “Consultar”

 

2. Introduza o código referente à Certidão Permanente e clique em “Continuar”

 

3. Depois terá três opções, tendo de premir o botão “clique aqui” associado à opção que deseja:

 

  • Consultar a descrição genérica
  • Consultar descrição subordinada ou unidade de alojamento
  • Consultar a fração temporal.

 

Na página onde coloca o código de acesso, pode também consultar o ponto de situação das certidões permanentes que já pediu.

 

 

Diferença entre certidão de teor e caderneta predial

A certidão de teor e a caderneta predial são documentos diferentes, embora ambos estejam relacionados com a propriedade de um imóvel em Portugal. Estes dois documentos podem ser confundidos visto que ambos se tratam documentos de identificação de um imóvel, no entanto, a principal diferença, está na categoria da informação apresentada. A certidão de teor revela informações jurídicas, e a caderneta predial apresenta informações fiscais.

 

Certidão de teor: Fornece informações detalhadas sobre a propriedade, incluindo a descrição do imóvel, histórico de transações, encargos e titularidade. É usada para comprovar a situação jurídica de um imóvel num momento específico.

 

Caderneta predial: É um documento que contém informações sobre um imóvel, como a sua localização, área, utilização, valor patrimonial, entre outras. As informações fiscais, tais como as áreas do imóvel servem para a Autoridade Tributária calcular o Valor Patrimonial Tributário (VPT) e, consequentemente, o Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) a pagar anualmente.

 

 

Os conteúdos apresentados não dispensam a consulta das entidades públicas ou privadas especialistas em cada matéria.

O que achou deste artigo?

Queremos continuar a trazer-lhe conteúdos úteis. Diga-nos o que mais gostou.

Agradecemos a sua opinião!

A sua opinião importa. Ajude-nos a melhorar este artigo do Salto.

Salto Santander

Agradecemos o seu contributo!

crédito pessoal santander widget crédito habitação

Nova taxa fixa e novo spread

Para empréstimos pedidos só até 30/06.

Nova taxa fixa para habitação Nova taxa fixa para habitação

Informação de tratamento de dados

O Banco Santander Totta, S.A. é o responsável pelo tratamento dos dados pessoais recolhidos.

O Banco pode ser contactado na Rua da Mesquita, 6, Centro Totta, 1070-238 Lisboa.

O Encarregado de Proteção de Dados do Banco poderá ser contactado na referida morada e através do seguinte endereço de correio eletrónico: privacidade@santander.pt.

Os dados pessoais recolhidos neste fluxo destinam-se a ser tratados para a finalidade envio de comunicações comerciais e/ou informativas pelo Santander.

O fundamento jurídico deste tratamento assenta no consentimento.

Os dados pessoais serão conservados durante 5 anos, ou por prazo mais alargado, se tal for exigido por lei ou regulamento ou se a conservação for necessária para acautelar o exercício de direitos, designadamente em sede de eventuais processos judiciais, sendo posteriormente eliminados.

Assiste, ao titular dos dados pessoais, os direitos previstos no Regulamento Geral de Proteção de Dados, nomeadamente o direito de solicitar ao Banco o acesso aos dados pessoais transmitidos e que lhe digam respeito, à sua retificação e, nos casos em que a lei o permita, o direito de se opor ao tratamento, à limitação do tratamento e ao seu apagamento, direitos estes que podem ser exercidos junto do responsável pelo tratamento para os contactos indicados em cima. O titular dos dados goza ainda do direito de retirar o consentimento prestado, sem que tal comprometa a licitude dos tratamentos efetuados até então.

Ao titular dos dados assiste ainda o direito de apresentar reclamações relacionadas com o incumprimento destas obrigações à Comissão Nacional da Proteção de Dados, por correio postal, para a morada Av. D. Carlos I, 134 - 1.º, 1200-651 Lisboa, ou, por correio eletrónico, para geral@cnpd.pt (mais informações em https://www.cnpd.pt/).

Para mais informação pode consultar a nossa política de privacidade (https://www.santander.pt/politica-privacidade).