dicas para escolher prendas de natal

finanças

10 dicas para escolher as suas prendas de Natal

21 dez 2020 | 4 min de leitura
Uma prenda com significado é capaz de arrancar um sorriso. Saiba como escolher as melhores prendas para a sua família, para os seus amigos e para a sua carteira.

Tradicionalmente, o Natal é uma época de amor, paz e solidariedade, em que, uns mais do que outros, se deixam levar pelas luzes coloridas, pelas músicas temáticas e pelo planeamento de toda a quadra festiva.

 

Mesmo em tempo de pandemia, em que não temos sequer certeza de que vamos conseguir estar com as pessoas que nos são mais queridas, ocupamos parte do nosso tempo a pensar nelas e em como podemos mostrar o nosso afeto.

 

A troca de prendas de Natal é um momento simbólico e, na sua antecipação, pensamos nas pessoas a quem queremos oferecer algo. Damos voltas à cabeça a pensar nas prendas certas porque, na sua forma mais pura, dar uma prenda é dizer a alguém o que sentimos, a importância que lhe reconhecemos e o carinho que lhe temos.

 

Mas nem sempre é fácil encontrar “aquela” prenda que o nosso amigo ou familiar vai adorar.  Algumas ideias surgem de forma natural, outras precisam de alguma imaginação e alguns de nós dão por si, uns dias antes do Natal, ainda sem saber o que vão oferecer.

 

Deixamos algumas dicas, que esperamos que sejam úteis, para fazer a sua seleção de ofertas nesta quadra natalícia.

 

1. Veja quanto dinheiro pode gastar

É muito importante que a ansiedade de dar a prenda perfeita não ponha em causa o seu orçamento familiar. Gastar muito hoje pode parecer razoável, mas amanhã pode vir a descobrir que foi demasiado. Antes de ir às compras, veja quanto pode gastar sem que lhe faça falta mais tarde.

 

 

2. Faça uma lista dos sortudos e das prendas

Para não se esquecer de comprar nenhuma prenda, faça uma lista com os nomes dos familiares ou amigos a quem pretende presentear. Não precisa ser nada muito sofisticado, até pode ser numa simples folha de papel. Quando souber que prenda quer dar a cada um, escreva-a. Se tiver paciência, até pode ir tomando nota do preço aproximado de cada prenda para garantir que a soma de todas ainda está dentro do orçamento.

 

3. Pense que as prendas não são para si

As prendas são para quem as vai receber. Tente pensar naquilo que a outra pessoa gosta, que a fará dar um sorriso de satisfação. É tentador pensar nos nossos gostos pessoais, naquilo que nós próprios queremos e a que achamos imensa piada, mas mais importante é o que a pessoa que vai receber o presente gosta.

 

4. Aproveite para conviver… e ouvir

Parte do segredo para dar uma boa prenda a alguém de quem gostamos é conseguirmos colocar-nos na sua posição. Ora, isso é muito difícil, mas pode começar por ouvir realmente essa pessoa. Se for possível, aproveite para passar algum tempo com ela e esteja atento às pistas que podem dar uma boa prenda. Se não puder estar presente, tente telefonar e aproveite para matar saudades.

 

5. Ponha um pouco de si

Apesar de as prendas não serem para si, vão ser dadas por si. Se conseguir juntar os gostos da pessoa que quer presentear com os seus próprios gostos, tanto melhor. Procure uma prenda que diga algo a ambos.

 

6. Saiba que não existe a prenda perfeita

Não vale a pena massacrar-se a pensar que podia haver uma prenda melhor do que aquela que já escolheu. Se estiver à procura da prenda perfeita, ela nunca vai chegar. Basta que a pessoa que a vai receber goste, que reconheça a atenção e que se recorde que lhe deu um pedaço de si.

 

7. Lembre-se que preço não é tudo

Podemos pensar que mais dinheiro compra uma prenda melhor. Muitas vezes, uma palavra ou um pequeno gesto podem fazer a diferença. Da mesma forma, uma prenda simbólica, pensada com coração, pode ter muito mais significado do que uma prenda cara, mas vazia de emoção.

 

8. Pesquise os preços

Se puder pagar menos, porque há de pagar mais? Quando souber quais as prendas que pretende comprar, faça uma comparação de preços. Veja o mesmo artigo em 2 ou 3 lojas diferentes e escolha a que tiver o melhor preço para a qualidade que procura.

 

9. Escreva um postal

Tire alguns minutos para pensar no que não conseguiu dizer àquela pessoa especial durante todo o ano. Escreva-o num postal de Natal para acompanhar a sua prenda e dar-lhe ainda mais significado.

 

10. Não dê prendas por obrigação

Uma prenda dada por obrigação não tem o mesmo significado que uma prenda dada com vontade e com coração. Se puder, ofereça presentes às pessoas que têm mais significado para si. Para os outros, aproveite para ligar e desejar um bom Natal.

 

Boas festas para si, é o que lhe desejamos.

 

Tradicionalmente, o Natal é uma época de amor, paz e solidariedade, em que, uns mais do que outros, se deixam levar pelas luzes coloridas, pelas músicas temáticas e pelo planeamento de toda a quadra festiva.

 

Mesmo em tempo de pandemia, em que não temos sequer certeza de que vamos conseguir estar com as pessoas que nos são mais queridas, ocupamos parte do nosso tempo a pensar nelas e em como podemos mostrar o nosso afeto.

 

A troca de prendas de Natal é um momento simbólico e, na sua antecipação, pensamos nas pessoas a quem queremos oferecer algo. Damos voltas à cabeça a pensar nas prendas certas porque, na sua forma mais pura, dar uma prenda é dizer a alguém o que sentimos, a importância que lhe reconhecemos e o carinho que lhe temos.

 

Mas nem sempre é fácil encontrar “aquela” prenda que o nosso amigo ou familiar vai adorar.  Algumas ideias surgem de forma natural, outras precisam de alguma imaginação e alguns de nós dão por si, uns dias antes do Natal, ainda sem saber o que vão oferecer.

 

Deixamos algumas dicas, que esperamos que sejam úteis, para fazer a sua seleção de ofertas nesta quadra natalícia.

 

1. Veja quanto dinheiro pode gastar

É muito importante que a ansiedade de dar a prenda perfeita não ponha em causa o seu orçamento familiar. Gastar muito hoje pode parecer razoável, mas amanhã pode vir a descobrir que foi demasiado. Antes de ir às compras, veja quanto pode gastar sem que lhe faça falta mais tarde.

 

 

2. Faça uma lista dos sortudos e das prendas

Para não se esquecer de comprar nenhuma prenda, faça uma lista com os nomes dos familiares ou amigos a quem pretende presentear. Não precisa ser nada muito sofisticado, até pode ser numa simples folha de papel. Quando souber que prenda quer dar a cada um, escreva-a. Se tiver paciência, até pode ir tomando nota do preço aproximado de cada prenda para garantir que a soma de todas ainda está dentro do orçamento.

 

3. Pense que as prendas não são para si

As prendas são para quem as vai receber. Tente pensar naquilo que a outra pessoa gosta, que a fará dar um sorriso de satisfação. É tentador pensar nos nossos gostos pessoais, naquilo que nós próprios queremos e a que achamos imensa piada, mas mais importante é o que a pessoa que vai receber o presente gosta.

 

4. Aproveite para conviver… e ouvir

Parte do segredo para dar uma boa prenda a alguém de quem gostamos é conseguirmos colocar-nos na sua posição. Ora, isso é muito difícil, mas pode começar por ouvir realmente essa pessoa. Se for possível, aproveite para passar algum tempo com ela e esteja atento às pistas que podem dar uma boa prenda. Se não puder estar presente, tente telefonar e aproveite para matar saudades.

 

5. Ponha um pouco de si

Apesar de as prendas não serem para si, vão ser dadas por si. Se conseguir juntar os gostos da pessoa que quer presentear com os seus próprios gostos, tanto melhor. Procure uma prenda que diga algo a ambos.

 

6. Saiba que não existe a prenda perfeita

Não vale a pena massacrar-se a pensar que podia haver uma prenda melhor do que aquela que já escolheu. Se estiver à procura da prenda perfeita, ela nunca vai chegar. Basta que a pessoa que a vai receber goste, que reconheça a atenção e que se recorde que lhe deu um pedaço de si.

 

7. Lembre-se que preço não é tudo

Podemos pensar que mais dinheiro compra uma prenda melhor. Muitas vezes, uma palavra ou um pequeno gesto podem fazer a diferença. Da mesma forma, uma prenda simbólica, pensada com coração, pode ter muito mais significado do que uma prenda cara, mas vazia de emoção.

 

8. Pesquise os preços

Se puder pagar menos, porque há de pagar mais? Quando souber quais as prendas que pretende comprar, faça uma comparação de preços. Veja o mesmo artigo em 2 ou 3 lojas diferentes e escolha a que tiver o melhor preço para a qualidade que procura.

 

9. Escreva um postal

Tire alguns minutos para pensar no que não conseguiu dizer àquela pessoa especial durante todo o ano. Escreva-o num postal de Natal para acompanhar a sua prenda e dar-lhe ainda mais significado.

 

10. Não dê prendas por obrigação

Uma prenda dada por obrigação não tem o mesmo significado que uma prenda dada com vontade e com coração. Se puder, ofereça presentes às pessoas que têm mais significado para si. Para os outros, aproveite para ligar e desejar um bom Natal.

 

Boas festas para si, é o que lhe desejamos.

 

Achou este artigo útil?

Obrigado pelo seu feedback!