família

Como fazer um relatório de estágio

06 dez 2023 | 3 min de leitura

O relatório de estágio é uma ferramenta essencial para estudantes que procuram consolidar teoria e prática durante a sua formação académica. É um documento que descreve e analisa as experiências vivenciadas e as competências adquiridas durante um período de estágio.

Relatório de estágio passo a passo

O relatório de estágio é uma reflexão crítica sobre as práticas e conhecimentos adquiridos durante o estágio. Além disso, serve como instrumento de avaliação do desempenho do estagiário e da sua integração no ambiente de trabalho.

 

A estrutura do relatório de estágio pode variar um pouco da abaixo apresentada, mas na sua base terão de constar os seguintes pontos:

 

1. Capa

Na capa deverão constar as informações institucionais do local de estágio, o título, o nome do autor do relatório, o nome da instituição de ensino e a data. Estes dados podem variar. Deve ser consultado o regulamento de apresentação de relatório de estágio da respetiva instituição de ensino.

 

2. Agradecimentos

Devem surgir antes do índice e são um conjunto de notas pessoais de agradecimento a todos aqueles que o apoiaram, durante todo o percurso de estágio.

 

3. Índice

Lista dos capítulos e subcapítulos e respetivas páginas. Com o índice é fácil perceber a organização do relatório e procurar páginas a consultar.

 

4. Introdução

Apresentação do contexto de estágio, objetivos, metodologia e relevância do relatório. Justificar a escolha da empresa/instituição e fazer a ponte com o ponto seguinte (contextualização da instituição).

 

5. Contextualização da instituição

Descrição da empresa ou instituição onde o estágio foi realizado, missão, visão e valores.

 

6. Descrição das atividades desenvolvidas

Detalhar as tarefas realizadas, os projetos em que participou e as respetivas competências adquiridas. Descrever as responsabilidades assumidas e o desenvolvimento do trabalho realizado durante o estágio.

 

7. Análise crítica

Reflexão crítica sobre as atividades desenvolvidas, fazer a ligação ao conteúdo pedagógico do curso, desafios superados, erros e aprendizagens. Mais valias do estágio e o que poderia ser melhorado.

 

8. Considerações finais

Síntese das competências adquiridas, análise da contribuição do estágio para o percurso pessoal, académico e profissional do estagiário.

 

9. Bibliografia

Lista organizada das fontes consultadas e das fontes citadas.

 

10. Anexos

Todo o material que complementa o relatório (por exemplo: documentos, imagens, gráficos e tabelas).

 

 

Como fazer um relatório de estágio

Para elaborar um relatório de estágio deve:

 

1. Planear

Definir objetivos claros e concretos para o estágio e para o respetivo relatório.

 

2. Registar as suas tarefas e funções

Mantenha um registo diário das suas tarefas, observações, pontos positivos e negativos.

 

3. Recolha de material

Guarde documentos relevantes e recolha informações úteis para elaborar o relatório.

 

4. Organizar a informação

Estruture as informações de forma lógica e coerente e reveja os objetivos para que não fuja ao objetivo do relatório.

 

5. Rever o relatório final

Faça uma revisão do relatório, corrija erros gramaticais, ortográficos e garanta que a redação está clara e coerente.

 

A elaboração de um relatório de estágio exige organização, reflexão crítica e cuidado com a comunicação escrita, resultando num documento valioso para o estagiário e para a instituição de ensino.

 

 

Os conteúdos apresentados não dispensam a consulta das entidades públicas ou privadas especialistas em cada matéria.

Achou este artigo útil?

Queremos continuar a trazer-lhe artigos úteis.

Obrigado pela sua opinião!

A sua ajuda é importante.

Salto Santander

Obrigado pela sua opinião!

Informação de tratamento de dados

O Banco Santander Totta, S.A. é o responsável pelo tratamento dos dados pessoais recolhidos.

O Banco pode ser contactado na Rua da Mesquita, 6, Centro Totta, 1070-238 Lisboa.

O Encarregado de Proteção de Dados do Banco poderá ser contactado na referida morada e através do seguinte endereço de correio eletrónico: privacidade@santander.pt.

Os dados pessoais recolhidos neste fluxo destinam-se a ser tratados para a finalidade envio de comunicações comerciais e/ou informativas pelo Santander.

O fundamento jurídico deste tratamento assenta no consentimento.

Os dados pessoais serão conservados durante 5 anos, ou por prazo mais alargado, se tal for exigido por lei ou regulamento ou se a conservação for necessária para acautelar o exercício de direitos, designadamente em sede de eventuais processos judiciais, sendo posteriormente eliminados.

Assiste, ao titular dos dados pessoais, os direitos previstos no Regulamento Geral de Proteção de Dados, nomeadamente o direito de solicitar ao Banco o acesso aos dados pessoais transmitidos e que lhe digam respeito, à sua retificação e, nos casos em que a lei o permita, o direito de se opor ao tratamento, à limitação do tratamento e ao seu apagamento, direitos estes que podem ser exercidos junto do responsável pelo tratamento para os contactos indicados em cima. O titular dos dados goza ainda do direito de retirar o consentimento prestado, sem que tal comprometa a licitude dos tratamentos efetuados até então.

Ao titular dos dados assiste ainda o direito de apresentar reclamações relacionadas com o incumprimento destas obrigações à Comissão Nacional da Proteção de Dados, por correio postal, para a morada Av. D. Carlos I, 134 - 1.º, 1200-651 Lisboa, ou, por correio eletrónico, para geral@cnpd.pt (mais informações em https://www.cnpd.pt/).

Para mais informação pode consultar a nossa política de privacidade (https://www.santander.pt/politica-privacidade).