finanças

Wearables fitness: proteger os dados pessoais ao utilizar smartwatches e trackers

30 jun 2022 | 4 min de leitura

Os wearables fitness podem ajudá-lo a atingir os seus objetivos, mas deve certificar-se que os seus dados estão sempre seguros.

Wearables fitness: como proteger os dados pessoais

Os dispositivos inteligentes já deixaram de ocupar apenas os nossos bolsos e passaram a fazer parte da nossa indumentária. Mas é preciso ter cuidado. Os wearables fitness, como relógios, pulseiras, anéis ou brincos registam o que fazemos, por onde andamos e armazenam informação íntima. Por isso, quando se trata de proteger dados pessoais todo o cuidado é pouco. Explicamos, de seguida, o que são estes dispositivos e como se pode proteger ao usá-los.

 

 

Wearables fitness: o que são?

Os wearables fitness - que em português pode ser traduzido para tecnologia vestível - são dispositivos que podem ser utilizados como acessórios de moda. Falamos sobretudo de relógios ou pulseiras inteligentes, acessórios equipados com sensores que permitem rastrear e monitorizar os utilizadores, ajudando-os a atingir objetivos como:

 

  • Manter-se ativo
  • Perder peso
  • Acompanhar a saúde física ou mental
  • Ser mais organizado.

 

 

Os wearables fitness são seguros?

A maior parte dos fitness trackers - que, entre outras funções, permitem que registe a sua frequência cardíaca, pressão arterial, composição corporal, calorias queimadas e número de passos - podem ser sincronizados com aplicações em smartphones ou computadores e contêm dados privados, como a sua localização, registos de saúde ou até informações bancárias. Esses dados - que se movem pela cloud - são potencialmente hackeáveis.

 

Pode estar a pensar ”mas qual o problema de alguém ficar com a informação da minha corrida matinal ou dos meus batimentos cardíacos?” Muitas vezes, as informações contidas nestes equipamentos parecem inocentes, mas fornecem um conjunto de dados sobre os seus hábitos diários e pessoais que, a par com informações de geolocalização ou partilhas menos discretas nas redes sociais, podem ter consequências desastrosas.

 

Senão, veja os seguintes exemplos:

 

Joana e as apps de exercício físico

A Joana gosta de acompanhar todas as suas conquistas. Desde o número de vezes que treina por semana até à quantidade de calorias queimadas. Para isso, utiliza várias aplicações de fitness. Ao inscrever-se nestas apps de exercício físico, recorre sempre à mesma senha de acesso. No entanto, não só utiliza apenas a mesma password para todas as apps de fitness, como também para outros serviços online, como o banco ou e-mail.

 

  • Dica: Separe as suas palavras-passe e use uma diferente para cada conta. Às vezes, as aplicações de fitness (ou outros serviços) podem ser alvo de hackers que comprometam os dados pessoais dos seus utilizadores (nome, e-mail e passwords). Ao ter este cuidado, evita que os hackers que, eventualmente, tenham acesso às suas informações, consigam, com os dados que têm na sua posse, aceder à sua conta bancária.

 

Pedro e os treinos para a maratona

O Pedro está a treinar para a maratona. Todas as manhãs acorda e veste o seu equipamento de fitness, incluindo um tracker de fitness equipado com GPS. Ao sair de casa, ”ativa” sua corrida. O tracker está ligado a uma aplicação que permite ver a distância que percorre em determinado período de tempo. Faltam apenas três semanas para o grande dia e o Pedro está orgulhoso do seu progresso, partilhando as suas corridas, monitoradas regularmente, nas redes sociais.

 

  • Dica: tenha orgulho nas suas conquistas, mas certifique-se de que sabe exatamente o que está a partilhar. O Pedro, sem saber, está a indicar em que zona mora e onde costuma fazer exercício físico. Informação pessoal muito válida para pessoas com intenções menos boas. Alguns trackers permitem que bloqueie determinadas “zonas” na cidade, por forma a que não partilhe atividades realizadas nessas áreas. Torne a sua casa, escritório ou outros locais pessoais uma zona bloqueada.

 

    

Como pode proteger a confidencialidade dos seus dados pessoais

Se gosta de utilizar wearables fitness no seu dia a dia, existem alguns cuidados com dados pessoais que deve adotar.

 

1. Leia a política de proteção de dados pessoais e privacidade

Quando está a inscrever-se na app ou a formatar o wearable, não aceite “de cruz” a política de privacidade. É importante lê-la para compreender como a empresa vai utilizar e armazenar a sua informação, assim como quem pode aceder aos seus dados. Se a política parecer vaga, pode significar que os dados são partilhados indiscriminadamente com terceiros.

 

2. Restrinja o acesso aos dados quando necessário

Quanto mais sensores seu wearable fitness tiver, mais dados serão gerados, o que significa que mais informações confidenciais haverá para proteger.

 

Acontece que, muitas vezes, estas aplicações podem coletar mais dados do que o necessário. Sempre que possível, só deve fornecer as informações essenciais para receber o feedback desejado. Por exemplo, se apenas pretende contar o número de passos diários, não é necessário registar a sua frequência cardíaca. Quando estiver a configurar o dispositivo, percorra as diferentes categorias de dados coletados e ajuste-as consoante as suas necessidades.

 

3. Desative a localização

Os wearables fitness com GPS incorporado podem revelar muitas informações valiosas sobre si, como a sua morada, onde trabalha ou onde faz compras. Nas configurações do seu dispositivo, pode desativar o rastreamento de localização para melhorar sua privacidade.

 

4. Mantenha seu dispositivo atualizado

Como acontece com qualquer dispositivo, as atualizações de software geralmente incluem correções críticas de segurança. Manter seu wearable atualizado garantirá que está mais seguro e protegido contra eventuais erros de programação.


Está a pensar comprar um smartwatch? Aproveite para ver as ofertas e promoções na Boutique Santander.

 

Os conteúdos apresentados não dispensam a consulta das entidades públicas ou privadas especialistas em cada matéria.

Achou este artigo útil?

Queremos continuar a trazer-lhe artigos úteis.

Obrigado pela sua opinião!

A sua ajuda é importante.

Salto Santander

Obrigado pela sua opinião!

Informação de tratamento de dados

O Banco Santander Totta, S.A. é o responsável pelo tratamento dos dados pessoais recolhidos.

O Banco pode ser contactado na Rua da Mesquita, 6, Centro Totta, 1070-238 Lisboa.

O Encarregado de Proteção de Dados do Banco poderá ser contactado na referida morada e através do seguinte endereço de correio eletrónico: privacidade@santander.pt.

Os dados pessoais recolhidos neste fluxo destinam-se a ser tratados para a finalidade envio de comunicações comerciais e/ou informativas pelo Santander.

O fundamento jurídico deste tratamento assenta no consentimento.

Os dados pessoais serão conservados durante 5 anos, ou por prazo mais alargado, se tal for exigido por lei ou regulamento ou se a conservação for necessária para acautelar o exercício de direitos, designadamente em sede de eventuais processos judiciais, sendo posteriormente eliminados.

Assiste, ao titular dos dados pessoais, os direitos previstos no Regulamento Geral de Proteção de Dados, nomeadamente o direito de solicitar ao Banco o acesso aos dados pessoais transmitidos e que lhe digam respeito, à sua retificação e, nos casos em que a lei o permita, o direito de se opor ao tratamento, à limitação do tratamento e ao seu apagamento, direitos estes que podem ser exercidos junto do responsável pelo tratamento para os contactos indicados em cima. O titular dos dados goza ainda do direito de retirar o consentimento prestado, sem que tal comprometa a licitude dos tratamentos efetuados até então.

Ao titular dos dados assiste ainda o direito de apresentar reclamações relacionadas com o incumprimento destas obrigações à Comissão Nacional da Proteção de Dados, por correio postal, para a morada Av. D. Carlos I, 134 - 1.º, 1200-651 Lisboa, ou, por correio eletrónico, para geral@cnpd.pt (mais informações em https://www.cnpd.pt/).

Para mais informação pode consultar a nossa política de privacidade (https://www.santander.pt/politica-privacidade).