bem-estar

Comprar arte online a um clique de distância

15 fev 2023 | 4 min de leitura

Comprar arte deixou de implicar uma deslocação até uma galeria ou leilão. Cada vez é mais fácil comprar uma peça em qualquer parte do mundo.

Pode visitar os sites das galerias, visitar museus à distância, encomendar obras e enriquecer, além do seu espólio, a sua cultura geral.

Mas comprar arte online não tem apenas pontos positivos. Descubra o que deve ter em atenção nas suas compras de arte online.

Há uns anos era nos livros, ou quando viajávamos, que nos cruzávamos com as grandes obras que fazem parte da História da Arte.

 

Numa ida à Tate Modern, no Reino Unido, ou ao Guggenheim, em Nova Iorque, víamos com admiração pinturas e outras obras de arte que só tínhamos visto em livros.

 

Hoje, com a evolução tecnológica, estamos a cliques de distância de ver estas mesmas obras. Seja em museus que permitem visitas virtuais (como é o caso do Louvre), seja na quantidade infindável de imagens que existem online das obras de diversos artistas. As galerias online têm vindo a aumentar e a compra de arte está cada vez mais ao alcance de todos.

 

A forma como a arte é vendida alterou-se, mas o processo de criação e reprodução de obras e o aparecimento de novos artistas também sofreu alterações. Os artistas emergentes têm maior visibilidade, mas o mercado também tem maior concorrência.

 

Vhils é um artista que emergiu de uma forma incrível e tem mostrado uma enorme consistência no seu trabalho. Das paredes para uma carreira de sucesso: o seu nome que percorre o mundo. E a internet é o meio de divulgação do seu portfólio.

 

Podemos, por exemplo, tentar acompanhar o enorme mundo da arte online: falar sobre a arte em forma de NFT’s (non-fungible token), ou seja, uma forma de arte digital complexa e que surgiu nesta nova era tecnológica. E ficaremos a perceber como até as peças que não são fisicamente palpáveis chegam a valores de venda elevadíssimos.

 

Pesquise, encontre os seus artistas de eleição e aprenda mais sobre o mundo da arte. Faça escolhas ponderadas e descubra os prazeres de investir em arte.

 

E como comprar arte online?

Tenha em atenção que existem perigos nas compras online e esses perigos também se aplicam às compras de arte.

 

Faça uma pesquisa sobre a credibilidade das galerias, procure não comprar por impulso e verifique sempre se o fornecedor da compra é de confiança.

 

As obras dos artistas que procura podem estar em mais do que uma galeria e a preços diferentes. Essas diferenças podem ser devido ao número de exemplares disponíveis, aos formatos disponibilizados, ou devido a outras características da obra de arte que pretende comprar.

 

Pode procurar informações de mercado com um marchand de arte, ou seja, um profissional especializado em apresentar as obras de arte a potenciais compradores.

 

Tenha cuidado com as falsificações que também se tornaram mais habituais no mundo digital.

 

Sinais de alerta quando comprar arte online

Tenha atenção e desconfie se:

 

  • encontrar uma peça de um artista conhecido a um preço muito baixo
  • o vendedor tem más reviews por parte de outros compradores
  • não lhe for fornecido qualquer documento (por exemplo: um certificado de autenticidade), principalmente no caso de obras de artistas célebres, poderá tratar-se de uma peça falsa
  • o vendedor quiser apressar o negócio, pense duas vezes.

 

E não se esqueça de fazer um seguro para as suas obras de arte (pode fazê-lo no módulo de recheio da casa).

 

 

Relação entre a inflação e a arte

Investir em arte em tempos de crise é um assunto que divide opiniões. Faz sentido investir?

 

A arte tem, de uma forma geral, uma boa valorização, mas devemos pensar na arte como um investimento a longo prazo. O retorno do investimento numa peça de arte é, habitualmente, demorado no tempo.

 

A crise faz com que os mercados fiquem instáveis, mas uma obra de arte de um artista de renome consegue, por norma, resistir à passagem do tempo. Em todos os períodos da história, a arte superou facilmente a inflação.

 

Quer compre arte pelo prazer ou pelo investimento tenha em atenção que a arte lhe pode trazer retorno financeiro aquando da sua venda, mas muito raramente de forma imediata ou a curto/médio prazo.

 

Comprar arte na Boutique Santander

Visite a Boutique Santander e descubra as obras de arte de artistas como Vhils, Gonçalo Mabunda, Manuel Cargaleiro, Susana Bravo, entre outros.

 

 

 

Os conteúdos apresentados não dispensam a consulta das entidades públicas ou privadas especialistas em cada matéria.

O que achou deste artigo?

Queremos continuar a trazer-lhe conteúdos úteis. Diga-nos o que mais gostou.

Agradecemos a sua opinião!

A sua opinião importa. Ajude-nos a melhorar este artigo do Salto.

Salto Santander

Agradecemos o seu contributo!

Salto Santander widget crédito pessoal

Vai mesmo deixar para amanhã?

Conheça as nossas soluções de crédito pessoal.

Soluções de crédito pessoal? Soluções de crédito pessoal?

Informação de tratamento de dados

O Banco Santander Totta, S.A. é o responsável pelo tratamento dos dados pessoais recolhidos.

O Banco pode ser contactado na Rua da Mesquita, 6, Centro Totta, 1070-238 Lisboa.

O Encarregado de Proteção de Dados do Banco poderá ser contactado na referida morada e através do seguinte endereço de correio eletrónico: privacidade@santander.pt.

Os dados pessoais recolhidos neste fluxo destinam-se a ser tratados para a finalidade envio de comunicações comerciais e/ou informativas pelo Santander.

O fundamento jurídico deste tratamento assenta no consentimento.

Os dados pessoais serão conservados durante 5 anos, ou por prazo mais alargado, se tal for exigido por lei ou regulamento ou se a conservação for necessária para acautelar o exercício de direitos, designadamente em sede de eventuais processos judiciais, sendo posteriormente eliminados.

Assiste, ao titular dos dados pessoais, os direitos previstos no Regulamento Geral de Proteção de Dados, nomeadamente o direito de solicitar ao Banco o acesso aos dados pessoais transmitidos e que lhe digam respeito, à sua retificação e, nos casos em que a lei o permita, o direito de se opor ao tratamento, à limitação do tratamento e ao seu apagamento, direitos estes que podem ser exercidos junto do responsável pelo tratamento para os contactos indicados em cima. O titular dos dados goza ainda do direito de retirar o consentimento prestado, sem que tal comprometa a licitude dos tratamentos efetuados até então.

Ao titular dos dados assiste ainda o direito de apresentar reclamações relacionadas com o incumprimento destas obrigações à Comissão Nacional da Proteção de Dados, por correio postal, para a morada Av. D. Carlos I, 134 - 1.º, 1200-651 Lisboa, ou, por correio eletrónico, para geral@cnpd.pt (mais informações em https://www.cnpd.pt/).

Para mais informação pode consultar a nossa política de privacidade (https://www.santander.pt/politica-privacidade).