Tecnologia contactless: como funciona

finanças

O que é a tecnologia contactless e como funciona

11 ago 2022 | 3 min de leitura

É possível que já tenha ouvido falar em tecnologia contactless, mas sabe como funciona? E que é mais seguro utilizar este método do que a banda magnética?

Contactless é o termo aplicado à tecnologia que permite a realização de operações “sem contacto”, recorrendo a um sistema de comunicação chamado NFC (Near Field Communication). É usado principalmente em cartões de pagamento, mas há cada vez mais dispositivos que têm esta tecnologia, como smartphones ou smartwatches.

 

 

Tecnologia contactless: como funciona?

Também conhecida como tecnologia NFC, esta ferramenta permite a troca de informações entre dispositivos através de radiofrequência, sem a necessidade de fios.

 

A incorporação desta tecnologia em cartões de pagamento e terminais de pagamento automático (TPA) cria um canal de comunicação que envia e recebe informações para autorização de pagamento de forma segura. A tecnologia contactless permite que faça pagamentos com o cartão, smartphone ou wearables, por aproximação ao TPA, tornando as transações mais rápidas e simples.

 

O que é e como funciona o cartão contactless?

Um cartão contactless é uma forma de pagamento que recorre a tecnologia de leitura por aproximação. Os cartões com tecnologia contactless têm um chip incorporado que envia um sinal via radiofrequência para o terminal, permitindo, assim, fazer pagamentos sem ter de introduzir o PIN, até determinado valor.

 

Como funciona o contactless? É bastante simples:

  1. O comerciante introduz o valor da transação no TPA
  2. O cliente deve confirmar sempre se o valor está correto
  3. Depois de confirmar o valor, o cliente terá de aproximar o cartão ao TPA com tecnologia contactless. Esta distância não deve ser superior a quatro centímetros
  4. Se a transação tiver valor inferior a 50 euros, não tem de inserir o PIN. Se for igual ou superior, já terá de o fazer.

O terminal não irá efetuar novas transações até que a operação em curso esteja concluída.

 

 

Um cartão contactless é seguro?

A tecnologia contactless oferece maior segurança e proteção contra tentativas de fraude, uma vez que permite que faça pagamentos sem ter de passar o cartão a outra pessoa ou digitar o seu código em público.

 

No entanto, o que torna estes cartões mais seguros, também pode representar uma ameaça caso este caia nas mãos erradas. Por este motivo, existem um conjunto de regras para garantir a segurança e limitar os pagamentos sem PIN.

 

Pagamentos contactless: limites nas operações

  • Cada pagamento contactless sem a introdução do PIN não pode exceder os 50 euros
  • Não pode fazer mais do que cinco transações contactless consecutivas sem a introdução de PIN ou fazer pagamentos consecutivos de valor superior a 150 euros.

 

Caso exceda este limite de transações sem introduzir o PIN, só poderá voltar a utilizar a tecnologia contactless após realizar uma operação no TPA ou na caixa Multibanco em que insira o PIN. Extraordinariamente, como medida de segurança, pode ser solicitada a inserção do PIN em pagamentos contactless aleatórios.

 

 

Como ativar ou desativar o contactless nos cartões?

A tecnologia de leitura por aproximação é ativada assim que utilizar, pela primeira vez, o cartão contactless num caixa automático ou realizar um pagamento em TPA no qual insira o PIN associado ao cartão.

 

Se a qualquer momento quiser desativar a funcionalidade contactless, deverá contatar o emitente do cartão e explicar a sua situação.

Os cartões de crédito e débito estão equipados com tecnologia contactless e pode gerir a sua utilização através da app Santander. Para ativar ou desativar esta tecnologia, basta:

  • aceder à app;
  • clicar em “os meus cartões”;
  • escolher o cartão;
  • escolher “gerir utilização”;
  • realizar a operação que pretende com toda a segurança.

Contactless é o termo aplicado à tecnologia que permite a realização de operações “sem contacto”, recorrendo a um sistema de comunicação chamado NFC (Near Field Communication). É usado principalmente em cartões de pagamento, mas há cada vez mais dispositivos que têm esta tecnologia, como smartphones ou smartwatches.

 

 

Tecnologia contactless: como funciona?

Também conhecida como tecnologia NFC, esta ferramenta permite a troca de informações entre dispositivos através de radiofrequência, sem a necessidade de fios.

 

A incorporação desta tecnologia em cartões de pagamento e terminais de pagamento automático (TPA) cria um canal de comunicação que envia e recebe informações para autorização de pagamento de forma segura. A tecnologia contactless permite que faça pagamentos com o cartão, smartphone ou wearables, por aproximação ao TPA, tornando as transações mais rápidas e simples.

 

O que é e como funciona o cartão contactless?

Um cartão contactless é uma forma de pagamento que recorre a tecnologia de leitura por aproximação. Os cartões com tecnologia contactless têm um chip incorporado que envia um sinal via radiofrequência para o terminal, permitindo, assim, fazer pagamentos sem ter de introduzir o PIN, até determinado valor.

 

Como funciona o contactless? É bastante simples:

  1. O comerciante introduz o valor da transação no TPA
  2. O cliente deve confirmar sempre se o valor está correto
  3. Depois de confirmar o valor, o cliente terá de aproximar o cartão ao TPA com tecnologia contactless. Esta distância não deve ser superior a quatro centímetros
  4. Se a transação tiver valor inferior a 50 euros, não tem de inserir o PIN. Se for igual ou superior, já terá de o fazer.

O terminal não irá efetuar novas transações até que a operação em curso esteja concluída.

 

 

Um cartão contactless é seguro?

A tecnologia contactless oferece maior segurança e proteção contra tentativas de fraude, uma vez que permite que faça pagamentos sem ter de passar o cartão a outra pessoa ou digitar o seu código em público.

 

No entanto, o que torna estes cartões mais seguros, também pode representar uma ameaça caso este caia nas mãos erradas. Por este motivo, existem um conjunto de regras para garantir a segurança e limitar os pagamentos sem PIN.

 

Pagamentos contactless: limites nas operações

  • Cada pagamento contactless sem a introdução do PIN não pode exceder os 50 euros
  • Não pode fazer mais do que cinco transações contactless consecutivas sem a introdução de PIN ou fazer pagamentos consecutivos de valor superior a 150 euros.

 

Caso exceda este limite de transações sem introduzir o PIN, só poderá voltar a utilizar a tecnologia contactless após realizar uma operação no TPA ou na caixa Multibanco em que insira o PIN. Extraordinariamente, como medida de segurança, pode ser solicitada a inserção do PIN em pagamentos contactless aleatórios.

 

 

Como ativar ou desativar o contactless nos cartões?

A tecnologia de leitura por aproximação é ativada assim que utilizar, pela primeira vez, o cartão contactless num caixa automático ou realizar um pagamento em TPA no qual insira o PIN associado ao cartão.

 

Se a qualquer momento quiser desativar a funcionalidade contactless, deverá contatar o emitente do cartão e explicar a sua situação.

Os cartões de crédito e débito estão equipados com tecnologia contactless e pode gerir a sua utilização através da app Santander. Para ativar ou desativar esta tecnologia, basta:

  • aceder à app;
  • clicar em “os meus cartões”;
  • escolher o cartão;
  • escolher “gerir utilização”;
  • realizar a operação que pretende com toda a segurança.

 

 

 

Os conteúdos apresentados não dispensam a consulta das entidades públicas ou privadas especialistas em cada matéria.

Achou este artigo útil?

Queremos continuar a trazer-lhe artigos úteis.

Obrigado pela sua opinião!

A sua ajuda é importante.

Salto Santander

Obrigado pela sua opinião!

Informação de tratamento de dados

O Banco Santander Totta, S.A. é o responsável pelo tratamento dos dados pessoais recolhidos.

O Banco pode ser contactado na Rua da Mesquita, 6, Centro Totta, 1070-238 Lisboa.

O Encarregado de Proteção de Dados do Banco poderá ser contactado na referida morada e através do seguinte endereço de correio eletrónico: privacidade@santander.pt.

Os dados pessoais recolhidos neste fluxo destinam-se a ser tratados para a finalidade envio de comunicações comerciais e/ou informativas pelo Santander.

O fundamento jurídico deste tratamento assenta no consentimento.

Os dados pessoais serão conservados durante 5 anos, ou por prazo mais alargado, se tal for exigido por lei ou regulamento ou se a conservação for necessária para acautelar o exercício de direitos, designadamente em sede de eventuais processos judiciais, sendo posteriormente eliminados.

Assiste, ao titular dos dados pessoais, os direitos previstos no Regulamento Geral de Proteção de Dados, nomeadamente o direito de solicitar ao Banco o acesso aos dados pessoais transmitidos e que lhe digam respeito, à sua retificação e, nos casos em que a lei o permita, o direito de se opor ao tratamento, à limitação do tratamento e ao seu apagamento, direitos estes que podem ser exercidos junto do responsável pelo tratamento para os contactos indicados em cima. O titular dos dados goza ainda do direito de retirar o consentimento prestado, sem que tal comprometa a licitude dos tratamentos efetuados até então.

Ao titular dos dados assiste ainda o direito de apresentar reclamações relacionadas com o incumprimento destas obrigações à Comissão Nacional da Proteção de Dados, por correio postal, para a morada Av. D. Carlos I, 134 - 1.º, 1200-651 Lisboa, ou, por correio eletrónico, para geral@cnpd.pt (mais informações em https://www.cnpd.pt/).

Para mais informação pode consultar a nossa política de privacidade (https://www.santander.pt/politica-privacidade).