Linha de Apoio à Economia – COVID-19

O Santander está comprometido em apoiar as empresas em Portugal em todos os momentos, especialmente nos mais desafiantes.

O banco, em articulação com as entidades públicas envolvidas, está a disponibilizar a Linha de Apoio a Economia – COVID-19 para proteger a sua empresa e o seu negócio.

Esta linha vigora até 31 de Dezembro de 2020.

Dotação global de 6,2 mil milhões de euros com montantes máximos aplicáveis a quatro linhas específicas:

600 milhões de euros para o Apoio a Empresas da Restauração e similares

Em que 270 milhões de euros são para micro e pequenas e médias empresas (PME).

Turismo

900 milhões de euros para Apoio a Empresas do Turismo

Em que 300 milhões de euros são para empreendimentos de menor dimensão.

Viajar com o Santander

200 milhões de euros para Apoio a Agências de Viagens, Animação Turística, Organização de Eventos e similares

Em que 75 milhões de euros são para micro e pequenas e médias empresas (PME).

receber e enviar dinheiro

4 500 milhões de euros para Apoio a Atividade Económica

 

Em que 1 700 milhões de euros são para as empresas de menor dimensão.

ter liquidez com o Santander

Finalidade

 

Financiar as necessidades de tesouraria das empresas.

Saiba mais em www.spgm.pt

Pequena empresa

Beneficiários

 

Micro, pequenas e médias empresas certificadas pelo IAPMEI, Small MidCaps e MidCaps, localizadas em território nacional e com CAE elegível.
Saiba mais no site do Turismo de Portugal

 

Montante

Montante máximo(*)

Microempresas: 50 000€
Pequenas Empresas: 500 000€
Médias, Small Mid Cap e Mid Cap: 1 500 000€ ou 2 000 000€(**)

período de carência de um seguro

Prazos

Até 6 anos. Período de carência de capital até 18 meses.

Saiba mais.

Garantia

Garantia Mútua(*)

  • Cobertura
    Micro e pequenas Empresas: Até 90%
    Médias Empresas, Small Mid Cap e Mid Cap : Até 80%
  • Comissão de Garantia
    Suportada pela Empresa, com cobrança única na maturidade do empréstimo e
    Comissão crescente em função do prazo da operação

Porque sabemos que é importante unir forças, fazemos a nossa parte para que possa fazer a sua. Juntos pela prevenção e segurança de todos.

    

(*) Para empréstimos com maturidade para além de 31 de dezembro de 2020, não poderão ainda exceder: (I) o dobro da massa salarial anual (incluindo encargos sociais, os custos com o pessoal que trabalha nas instalações da empresa, mas que, formalmente, consta da folha de pagamentos de subcontratantes) em 2019 ou no último ano disponível. No caso de empresas criadas em ou após 1 de janeiro de 2019, o montante máximo do empréstimo não pode exceder a massa salarial anual dos dois primeiros anos de exploração; ou (II) 25 % do volume de negócios total em 2019; ou (III) em casos devidamente justificados e com base num plano que estabeleça as necessidades de liquidez do beneficiário, o montante do empréstimo pode ser aumentado para cobrir as necessidades de liquidez a partir do momento em que é concedido para os próximos 18 meses no caso de PME, e para os próximos 12 meses no caso de Small Mid Caps e Mid Caps.
(**) Em função da dimensão e CAE.

 

Como saber mais sobre a Linha de Apoio à Economia?