Extensão de período de carência e maturidade das linhas de crédito com garantia pública

Pedido de cancelamento das medidas de apoio às empresas aprovadas pelo Estado no âmbito da pandemia COVID-19 e estabelecidas pelo Decreto-Lei n.º 22-C/2021, de 22 de março.

O Estado aprovou novas medidas de apoio às empresas no âmbito da pandemia da doença COVID-19, estabelecidas pelo Decreto-Lei n.º 22-C/2021, de 22 de março, que prorroga os períodos de carência de capital em empréstimos contratados ao abrigo de linhas de crédito protocoladas entre o Santander, as Sociedades de Garantias Mútuas, o Banco Português de Fomento e o Fundo de Contragarantia Mútua.

 

O período para adesão definido pelo Estado foi entre dia 23 a 31 março de 2021.

 

A partir de 1 de abril de 2021, caso não pretenda beneficiar da prorrogação pela totalidade do prazo dos 9 meses determinados, poderá fazê-lo, devendo comunicar essa intenção ao banco com um pré-aviso legal de 30 dias para produzir efeito.

 

Para mais informações, consulte o seu gestor, um balcão ou Direção Comercial de Empresas (DCE).

 

Informação útil e documentação