• Código enviado
    por SMS pelo Banco
    Desde setembro, para acesso à APP mobile ou ao Netbanco, o Banco poderá solicitar, nalguns casos, a introdução de um código adicional enviado por SMS para o telemóvel do cliente.
  • Seus dados atualizados
    no Santander
    Tenha sempre o seu nome de utilizador + código de acesso e nº telemóvel atualizados para acesso e utilização dos canais digitais
  • Atualizar ou associar
    o seu nº telemóvel
    Basta dirigir-se a um qualquer Balcão ou máquina de SelfBanking Santander para ativação imediata

Desde setembro, para acesso à APP mobile ou ao Netbanco, o Banco poderá solicitar, nalguns casos, a introdução de um código adicional enviado por SMS para o telemóvel do cliente.

É por isso muito importante que tenha as suas credenciais de acesso e contacto de telemóvel atualizados para aceder à Conta e para realizar as operações indicadas acima.

Como posso confirmar se já tenho nº telemóvel associado à Conta?

  • Se já recebe SMS para operações nos canais digitais:
    Se já utiliza os nossos canais digitais - App Santander e NetBanco -, e já recebe um código SMS do Banco para determinadas operações, não necessita fazer nada. Continuaremos a enviar os códigos para as operações que o exijam.
  • Se não recebe SMS para operações nos canais digitais:
    Se já utiliza os nossos canais digitais - App Santander e NetBanco -, mas não realiza operações que exijam a utilização de código de confirmação, assegure-se junto do Banco de que tem atualizado o número de telemóvel associado à sua Conta.

Como posso atualizar ou associar o nº telemóvel no Banco?

  • Num Balcão Santander
    Basta dirigir-se a um qualquer Balcão Santander em Portugal Continental, Açores ou Madeira, onde será atendido por um gestor.
  • Numa máquina SelfBanking
    Utilize uma das máquinas ATS (SelfBanking) disponíveis na Rede de Balcões Santander para uma ativação imediata.

É Cliente Santander, mas ainda não utiliza os canais digitais do Banco?

Conheça as funcionalidades e serviços ao seu dispor nos canais digitais do Santander e como efetuar o registo na App Santander e/ou no NetBanco Particulares.
SuperLinha De Portugal
De Portugal e do estrangeiro
customer support Atendimento 24h, todos os dias.

Visite-nos num Balcão Santander perto de si!

Para atualização dos seus dados junto do Banco ou para um esclarecimento adicional pode dirigir-se a um Balcão da Rede Santander em Portugal.

Saiba mais sobre a nova regulamentação europeia PSD2:

  • O que é a Diretiva PSD2?

    A PSD2 foi transposta para o ordenamento jurídico português através do DL 91/2018 e define um conjunto de novas regras, para reforçar a segurança dos Clientes na utilização da banca eletrónica. Esta Diretiva determina como é que os Bancos, ou outros fornecedores de serviços de pagamento, devem processar os pagamentos ou outros serviços ligados a serviços de pagamento e pretende que os utilizadores possam beneficiar das vantagens oferecidas pela inovação e pela tecnologia, tornando as operações financeiras ainda mais seguras.

  • O que muda e de que forma pode ser afetado?

    A partir de setembro, poderá ser necessário introduzir um código enviado por SMS para o número de telemóvel que tenha previamente indicado ao Banco para receber este tipo de mensagens, nas seguintes situações:

    • Quando aceder aos canais digitais (NetBanco ou App Santander) pela primeira vez;
    • Sempre que tenham decorrido mais de 90 dias desde a última autenticação forte.

    Nas operações de pagamento, nomeadamente transferências, efetuadas nos canais digitais, em regra, será sempre necessário introduzir um código enviado por SMS para o telemóvel, podendo não ser exigido nos seguintes casos:

    • Operações de baixo valor;
    • Operações para beneficiários frequentes (certificados);
    • Operações entre as suas contas;
    • Operações Recorrentes (operações realizadas automaticamente de forma periódica e recorrente - neste caso a autenticação é apenas solicitada na criação da primeira operação).
  • O que é a Autenticação Forte do Cliente?

    Um dos conceitos introduzidos é a Autenticação Forte do Cliente, aplicável em cada operação financeira ou no acesso às contas, que é baseada na combinação de pelo menos dois dos seguintes fatores:

    • Algo que conheça (o nome, a palavra passe, um código de acesso,...)
    • Algo que possui (o cartão, o telemóvel, ...)
    • Uma característica sua (a impressão digital, a face, a voz,...)

    Nesse sentido, para realizar algumas operações nos canais do Banco, irá necessitar de 2 dos 3 fatores acima enunciados.

    Pode ainda consultar online o Guia sobre Autenticação Forte do Cliente (em PDF) do Banco de Portugal.

  • Quais são as novas figuras na prestação dos serviços de pagamento?

    Entidades Terceiras Certificadas (TPP: Third Party Providers)

    As alterações introduzidas pela PSD2 permitem que diversas entidades, bancárias e não bancárias, possam prestar serviços de agregação de contas, e de iniciação de pagamentos, desde que com consentimento do Cliente.

    Com a PSD2 são reguladas 2 novas figuras:

    • "AISP" ou "Agregadores de Contas"
      Permitem aceder, sempre com a autorização do Cliente, às suas contas de pagamento mesmo que estejam domiciliadas em diferentes Bancos, ver os seus movimentos, e mostrar essa informação de maneira agregada (tipicamente num único ecrã ou aplicação).
    • "PISP" ou "Iniciadores de Pagamentos"
      Permitem iniciar um pagamento numa Conta que o utilizador possa deter em qualquer outra instituição de pagamento a partir de uma única aplicação.

    Se contratar um TPP, estará a dar uma permissão de acesso aos movimentos das suas contas, e permitirá que sejam feitos pagamentos através das suas contas, pelo que é muito importante que tenha confiança na entidade a quem contrata a prestação desses serviços.

    • O Santander recomenda que leia toda a informação antes de aceitar as condições
    • Pense que ao dar acesso aos seus dados bancários está a partilhar informação pessoal
    • Se decidir dar consentimento a um TPP, o Santander não pode ser responsabilizado pela utilização que esse TPP faça dos seus dados

    Estes serviços só estão disponíveis para Clientes digitais e a partilha de informação sobre contas detidas no Santander com Terceiros, implica que tenha de dar o seu consentimento a essa entidade, determinando a Lei que o Santander não pode aferir a validade desse consentimento tendo que o assumir como correto.

  • O que é o Consentimento?

    Antes de dar consentimento a qualquer entidade Terceira (TPP), para que esta aceda às suas contas, é importante que entenda quais os serviços fornecidos e como serão usados os seus dados, incluindo se serão partilhados com qualquer pessoa ou entidade.

    Recomenda-se, também, que se tomem medidas razoáveis para aferir da legitimidade da empresa em causa. Poderá consultar a página do Banco de Portugal ou a página da Autoridade Bancária Europeia (EBA).

    Depois de obterem o seu consentimento para aceder às suas contas no Santander, os TPPs irão redirecioná-lo para o portal de autenticação do Santander onde deverá introduzir as suas credencias de acesso à Conta.

    O processo de acesso à Conta ou realização de um pagamento é, em tudo, idêntico ao que já conhece quando executa essas operações nos nossos canais.

    Aplicaremos quando necessário o conceito de Autenticação Forte o que pode implicar o envio de um SMS com um código para o seu telefone registado no Santander.

    Lembre-se de que nunca deve partilhar um SMS com ninguém, nem mesmo com um funcionário do Santander.

    Tenha também atenção que, através destes novos mecanismos criados pela PSD2, as suas passwords nunca são partilhadas com nenhuma entidade. Se alguma entidade, TPP ou outrem, lhe pedir para partilhar com ela as suas credenciais de segurança para acesso aos canais digitais do banco, tais como nome de utilizador, password, PIN, etc. para assim poder aceder à sua Conta, não o faça. Nunca deve dar a conhecer a ninguém as suas credenciais de segurança. São pessoais e intransmissíveis.

    Apesar de o consentimento, para acesso a contas detidas no Santander, ser dado à Entidade Terceira, lembre-se de que pode retirar e gerir estas autorizações de acesso a qualquer momento no NetBanco. Basta fazer o login, escolher o menu "Open Banking" e clicar em "Informação de Contas".

    Também poderá contactar-nos através do .

  • Por que é a segurança uma responsabilidade de todos?

    Conheça os seus direitos

    Os TPP só podem fornecer os novos serviços de pagamento com o seu consentimento expresso e apenas sobre as contas de pagamento (tipicamente contas à ordem) indicadas por si. No momento do consentimento, deverão evidenciar quais os serviços prestados e que tipo de tratamento irão dar aos seus dados.

    Ainda que o consentimento seja dado ao TPP, pode sempre retirar e gerir estas autorizações de acesso a qualquer momento no NetBanco. Basta fazer o login, escolher o menu "Open Banking" e clicar em "Informação de Contas".

    Também poderá contactar-nos através do .

    Cuidados a ter

    Tome medidas razoáveis para verificar se um TPP é legítimo.

    As entidades certificadas para prestar estes serviços têm que estar registadas na Autoridade Competente do seu país ou na base de dados da Autoridade Bancária Europeia.

    Poderá consultar a página do Banco de Portugal ou a página da Autoridade Bancária Europeia (EBA).

    Esteja atento

    Deverá estar atento a possíveis fraudes ao usar esses serviços. Se houver um motivo para suspeitar que o TPP não é quem afirma ser, não divulgue nenhuma informação pessoal ou bancária.

    • Um Banco ou organização genuína nunca entra em contacto consigo de forma inesperada para solicitar o seu PIN, credenciais completas ou o código enviado para o telefone por SMS.
    • Não forneça dados pessoais ou financeiros, a menos que seja para usar um serviço para o qual se registou, e que tenha a certeza de que a solicitação de informações está diretamente relacionada com esse serviço.
    • Leia e procure entender os termos e condições do serviço que está a aderir.
    • Verifique regularmente as suas contas e, se se perceber de alguma atividade não reconhecida, fale connosco.

    Para ajudá-lo a manter-se atualizado sobre a atividade nas suas contas, recomendamos que configure os alertas, e seja avisado sobre a realização de operações na sua Conta.

    Se detetar uma transação que não autorizou ou achar que foi uma vítima de uma fraude, avise-nos imediatamente ligando para o número . As nossas linhas estão abertas 24 horas por dia, 7 dias por semana.

    Entenda as consequências

    Depois de os TPP terem o seu consentimento e, com isso, os seus dados, essas entidades serão responsáveis pela segurança e tratamento desses dados. O Santander não poderá controlar como serão usados.

    Depois de autorizar a realização de um pagamento, através de um TPP, pode não ser possível suspendê-lo. Isso depende do momento em que a operação se encontra.

    Mantenha-se a salvo de fraudes e ajude a combatê-las

    • Se suspeitar, reporte - ligando para o número
      Os cibercriminosos poderão enviar-lhe emails ou mensagens por SMS em nome do Banco para o enganar e levar a aceder a sites falsos ou a fornecer dados pessoais. Podem ainda ligar-lhe para telefone fazendo-se passar pelo Banco ou por uma empresa de tecnologia conhecida a pedir-lhe para instalar software e fazer um pequeno pagamento. Se lhe parecer estranho, provavelmente é falso.
    • Pense antes de clicar ou responder
      Tenha presente a regra acima. Confirme sempre o endereço do site para onde vai ser reencaminhado antes de clicar e, mais tarde, poder arrepender-se.
    • Mantenha as suas credenciais em segurança
      O Santander nunca lhe pede dados pessoais ou credenciais de acesso não solicitados por si. Não partilhe as suas credenciais com ninguém. Utilize códigos de acesso, fáceis de recordar mas difíceis de adivinhar.
    • Proteja a sua informação e o seu equipamento
      Instale sempre as mais recentes atualizações de software em todos os equipamentos que utiliza para aceder à internet e às suas contas. Não aceda a redes Wi-Fi públicas (porque nunca se sabe quem está por detrás delas...). Não instale software que não seja a partir das stores oficiais ou do site do vendedor. O barato pode sair caro...
    • Seja discreto online e em público
      Reveja cuidadosamente as definições de privacidade e segurança de todas as redes sociais que utiliza. Partilhe somente com grupos de pessoas que conhece na realidade e mais ninguém. Tudo o que fazemos online, fica online... para sempre

    Para mais informações sobre como se proteger, consulte a nossa página sobre segurança.

  • Onde posso obter outras informações sobre a PSD2?
  • Onde posso obter informação de técnica para TPPs?

    Nesta página vão encontrar as API (Application Programming Interface) disponibilizadas pelo Santander. Para os interessados a começarem a testar em ambiente de sandbox, com a mesma segurança e performance que oferecemos aos nossos Clientes, podem encontrar aqui a API disponibilizadas pelo Santander.

Se é Cliente Empresa Santander, tome nota:

A partir de setembro deixará de ser possível utilizar o Cartão Matriz para autenticar, preparar ou autorizar operações, passando a ser usada exclusivamente a autenticação por SMS.